OI (OIBR3): Bancos ficam insatisfeitos com proposta da cia de alterar sua recuperação judicial

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A Oi fez uma proposta para alterar seu plano de recuperação judicial aprovado em 2017.

Insatisfeitos, os bancos Itaú Unibanco, Santander, Banco do Brasil e China Development Bank (CDB) protocolaram na Justiça objeções contra o aditamento que será submetido entre o fim de agosto e o início de setembro ao crivo de uma assembleia de credores.

As Instituições Financeiras levantaram, entre outros pontos, a questão da previsão da companhia de que aproximadamente R$ 2,5 bilhões; provenientes da futura venda de ativos da companhia sejam usados para quitar dívidas da Oi Móvel junto à Telemar.

Ainda, os bancos acrescentaram na Justiça que outro plano só poderia ser apresentado caso a Oi ajuizasse um novo pedido de recuperação judicial.

Por lei, isto poderia ser feito apenas cinco anos após a homologação do plano aprovado pelos credores; e a homologação da Oi pela Justiça ocorreu em 2018.

Um outro ponto de atenção em comum entre as objeções leva em questão a futura votação do aditamento na asssembleia de credores.

Impacto: Marginalmente Negativo. Os questionamentos levantados pelos bancos alegam que existe um conflito de interesse na proposta de aditamento ao plano de recuperação judicial da Oi e por este e outros pontos, protocolaram contra. A Oi esclareceu em nova enviada por e-mail algumas das questões levantadas pelas instituições financeiras.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Por: Nelson Tucci

Toda segunda-feira

Por: Nelson Tucci

Toda segunda-feira