PETROBRAS (PETR4) – Dois comunicados importantes

A empresa fez dois comunicados importantes.

O primeiro deles sobre o afretamento de plataformas e o segundo com a extensão de prazos na venda de campos terrestres.

A Petrobras informou que assinou cartas de intenção com as empresas Modec e Yinson.

Para o afretamento de plataformas do tipo FPSO (navios convertidos em unidades de processamento).

Serão usadas na revitalização dos campos de Marlim e Voador (Bacia de Campos).

A plataforma da Modec (Marlim 1) tem capacidade de processar até 80 mil barris por dia de petróleo e 7 milhões de m³ de gás, com início das operações previsto para 2022.

O FPSO a ser afretado da Yinson (Marlim 2) pode processar até 70 mil barris/dia de petróleo e 4 milhões m³ de gás.

A operação será iniciada em 2023.

Apesar de não ter impacto imediato na ação, esta informação é importante para se verificar o cumprimento das metas traçadas no Plano de Negócios e Gestão 2019-2023.

No segundo comunicado, a Petrobras informou que estendeu até o dia 21/outubro o prazo para as empresas expressarem seu interesse na venda de oito blocos exploratórios localizados na Bacia do Recôncavo.

Além disso, foi estendido para 25/outubro o prazo para o envio do Acordo de Confidencialidade.

Análise Planner

Nossa recomendação para PETR4 é de Compra com Preço Justo de R$ 34,50/ação (potencial de alta em 25%).

Este ano, PETR4 subiu 23,2% e o Ibovespa teve uma valorização de 18,9%.

CONFIRA TODOS OS BOLETINS E ANÁLISES DO MERCADO