B3 (B3SA3): Em período de cinco meses, varejistas analisam mais propostas de IPOs do que em uma década

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

A sequência de ofertas públicas de ações sendo realizadas pelo setor de varejo nos últimos cinco meses já ultrapassou o total observado em uma década e meia, ou ainda, metade do que foi visto em um século.

Além do significativo número de IPOs no mercado de varejo, é observado, pela primeira vez; um volume relevante de redes regionais participando das ofertas, que se localizam fora do eixo Rio-São Paulo.

Com a chegada da pandemia, muitas empresas que haviam a abertura de capital em seu pipeline para 2020, acabaram as adiando ou cancelando.

No entanto, a retomada gradual da economia gerou um movimento otimista, resultado em 16 ofertas montadas entre abril e agosto. Estas, segundo apuração do jornal Valor Econômico, devem movimentar R$27,3 bilhões, comparado ao volume da última década e meia; quando 17 IPOs no setor movimentaram R$ 18,8 bilhões de 2005 a 2019.

Impacto: Positivo. A B3 tem se beneficiado bastante nos últimos meses. Um dos grandes fatores é a taxa básica de juros em patamares extremamente baixos, comparada à média nos últimos dez anos, o que incentiva a população buscar maiores rendimentos. Isto acabou gerando um grande aumento de investidores pessoa física na bolsa. Ainda, o grande otimismo do mercado e expectativas de retomada, estão fazendo com que muitas companhias se sintam mais confiantes para retomar seus processos de IPO.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos