Confiança do empresário industrial melhora em agosto

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ficou em 57 pontos, em agosto, o que significa que a confiança voltou de forma disseminada. Esse patamar é alto, principalmente porque, em abril, o índice despencou e atingiu 34,5 pontos, no pior cenário em dez anos. Além disso, a média histórica do ICEI é de 53,4 pontos. Essa metodologia considera um intervalo de 0 a 100, sendo que todos os valores acima de 50 indicam confiança do empresário e abaixo sua falta de confiança.

A pesquisa foi realizada entre 3 e 7 de agosto e consultou 1.284 empresas, sendo 517 pequeno porte, 473 médio porte e 294 de grande porte. O ICEI é um indicador que antecede o desempenho industrial e sinaliza as mudanças de tendência da produção industrial; por isso seu resultado é tão importante. Antes da consolidação da retomada da atividade industrial, com investimentos e aumento de produção, é necessário o resgate da confiança.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Industrial, Carlos Abijaodi, os piores momentos da crise causada pela pandemia ficaram para trás; embora o empresário da indústria ainda perceba que a situação econômica é negativa, na comparação com os últimos seis meses.

‘O Brasil precisa dessa confiança. Quando o empresário passa a acreditar que o futuro é mais promissor, ele transforma esse futuro de forma positiva. Do contrário, não sairíamos do fundo do poço. Há uma percepção de melhora no ambiente de negócios, pelo andamento da reforma tributária e uma demonstração do governo em reduzir o Custo Brasil’, disse Abijaodi.

O diretor da CNI lembra ainda que projetos importantes avançaram no caminhando no Congresso como novo marco do saneamento; que vai universalizar o saneamento básico, foi aprovado, e o novo marco legal do gás natural tem caminhando bem na Câmara dos Deputados. ‘A linha, neste momento, está para construir e não descontruir, o que, para o setor privado, é bastante positivo’, explica.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos