PETROBRAS (PETR4) – Desinvestimentos em dois segmentos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A Petrobras divulgou comunicados importantes, sendo um acerca da venda do seu braço de biocombustíveis e outro versando sobre o arrendamento de um terminal de regaseificação.

No primeiro comunicado, a Petrobras informou que passou para a fase não vinculante o processo de venda de sua subsidiária integral Petrobras Biocombustível S.A. (PBIO). Nesta fase do desinvestimento, os potenciais compradores receberão mais informações sobre o ativo a ser vendido e também as instruções para o envio das propostas.

A PBIO é uma grande produtora de biodiesel, com 5,5% de participação no mercado em 2019. A empresa possui três usinas localizadas em Montes Claros – MG, Candeias – BA e Quixadá – CE, cuja capacidade somada é de 580 mil m³ por ano.

O segundo comunicado informa que foi publicado ontem, o Edital do Processo Licitatório para arrendamento do Terminal de Regaseificação de GNL da Bahia (TR-BA) e instalações associadas. Este terminal é formado por píer tipo ilha c para atracação e amarração de um navio FSRU (Floating Storage and Regasification Unit) e um navio supridor. A vazão máxima de regaseificação do TR-BA é de 20 milhões m³ por dia. O gasoduto integrante do terminal possui 45 km de extensão e 28 polegadas de diâmetro. Estão também incluídos neste arrendamento, os equipamentos para geração e suprimento de energia elétrica localizados no Terminal Aquaviário de Madre de Deus.

Como afirmamos para estes casos, a continuação do programa de desinvestimentos da Petrobras é sempre uma notícia positiva; por permitir a redução da dívida e dos investimentos em segmentos não prioritários para a empresa. No caso dos ativos de gás, a Petrobras também está buscando a entrada de novos competidores, para aumentar a disponibilidade do produto e também atender ao Termo de Compromisso de Cessação que foi assinado em julho de 2019 com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Nossa recomendação para PETR4 é de Compra com Preço Justo de R$ 26,00 (potencial de alta em 19%). Em 2020, esta ação caiu 27,8% e o Ibovespa teve uma desvalorização de 11,1%. A cotação de PETR4 no último pregão (R$ 21,80) estava 30,2% abaixo da máxima alcançada em 2020 e 100,9% acima da mínima.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Por: Nelson Tucci

Toda segunda-feira

Por: Nelson Tucci

Toda segunda-feira