As oportunidades do Tesouro Direto e conflito da taxa zero

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Independe de sua situação financeira é sempre importante levar em conta as oportunidades que o Tesouro Direto pode oferecer. Seja para aquele que está começando ou para aquele que está habituado às variedades de investimentos.

O Tesouro Direto pode oferecer boas oportunidades a todos os tipos de investidores e para os diferentes “tamanhos de bolso”. Além de oferecer boa liquidez (D1) – algo extremamente importante na hora de escolher a modalidade de investimento – que é a rapidez de ter o dinheiro no bolso quando o resgate da aplicação for solicitado. Ou seja, se um investimento tem alta liquidez, você tem o dinheiro rapidamente; baixa liquidez, significa que o dinheiro pode demorar para entrar na sua conta corrente.

Oportunidades no Tesouro Direto

A aplicação no Tesouro pode servir como o ponto de equilíbrio risco x retorno para aqueles que optam por investimentos mais ousados. Com opções pré e pós fixadas e indexado à inflação ou taxa Selic, o Tesouro Direto traz a promessa de um porto onde o investidor ancora suas aplicações longe do mar agitado da bolsa de valores e com águas mais convidativas do que outras opções de renda fixa pouco amistosas ao pequeno investidor.

A sugestão de consultores financeiros é deixar o valor aplicado por pelo menos dois anos, para ingressar na faixa mais baixa de Imposto de Renda: 15% a partir de 720 dias.

Em alguns títulos do Tesouro Direto, por exemplo, pode-se começar a investir com R$ 30,00, ou seja, se enquadra praticamente para qualquer tamanho de bolso.

Fique atento! O conflito da taxa zero

Você deve ter ouvido falar sobre instituições zerando taxas de corretagem para aplicações do Tesouro Direto.

Ótimo para o investidor num primeiro momento. Num segundo momento, se precisar consultar alguém sobre as melhores opções, a quem vai recorrer?

O profissional que recebia para isto não recebe mais nada, que interesse ele terá em lhe atender? Você vai fazer sozinho?

Ou ainda mais sério, como estamos observando no mercado, o profissional está lhe oferecendo outros produtos que não o Tesouro Direto. Por quê?

Simplesmente porque nestes outros produtos ele é remunerado através da taxa de corretagem.

Mercado menos transparente é justamente o que não queremos, ao contrário, queremos honestidade e clareza para os custos, riscos e ganhos.

Possivelmente em datas próximas aos vencimentos dos títulos do Tesouro Direto você poderá ser mais assediado pelas instituições sobre onde colocar o dinheiro dos títulos que irão vencer.

Recebendo em seu canal outras oportunidades/produtos com o objetivo de ofuscar a possibilidade de renovar os títulos do Tesouro Direto.

Lembre! Título do Tesouro Direto a garantia é do governo, hoje considerado o investimento mais seguro do país, com a melhor nota pelas agências classificadoras de risco.

Outro fator interessante que cabe avaliar e comparar com outros produtos financeiros com mesma finalidade (renda fixa) é a liquidez (dinheiro no bolso).

Se você precisar do dinheiro que for aplicado em quanto tempo você terá o dinheiro de volta na sua conta? 1 dia (D1), 15 dias (D15), 30 dias (D30), 60 dias (D60) ou até o vencimento? O Tesouro Selic é D1.

Já se sabe que a cultura do investimento aqui no Brasil não é algo comum, que gera um efeito imediato de uma grande maioria aderirem à sugestões de terceiros sem realmente entender no que está investindo. E outros tantos, por receio, deixar o dinheiro aplicado na poupança sem perceber que está perdendo dinheiro (pois o desempenho da caderneta de poupança não acompanha a inflação – poder de compra -).

Compare a rentabilidade com um exemplo básico investindo R$ 1.000,00: Tesouro Selic X Poupança;
Ou Tesouro IPCA+ X Poupança.

Direto pelo site do Tesouro Direto você consegue fazer a simulação, veja aqui.

Investir está longe de ser complicado, basta você buscar manter-se bem informado e ir atrás de seus objetivos. Aqui no Acionista.com.br temos o objetivo da transparência e independência quanto as modalidades de investimento.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Nossa missão é ajudar você a investir melhor com uma variedade de conteúdos, de diversas fontes. Acreditamos que quanto mais você se informa, melhor você decide!