Radar Empresas: CSN, Vale e resultados de Banco do Brasil e mais

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Terra

Confira as notícias mais relevantes a respeito das principais empresas da bolsa de valores. No Radar Empresas de hoje temos CSN, Vale e resultados de Banco do Brasil, Ultrapar e EcoRodovias.

CSN (CSNA3) pode adiar IPO da mineradora

Os planos de abertura de capital da CSN Mineração podem ficar para 2021. Assim, o sindicato de bancos contratados pelo empresário Benjamin Steinbruch, controlador e presidente do grupo, ainda está em intensas conversas com potenciais investidores, mas avalia que as incertezas políticas e econômicas do país podem ser um obstáculo para definição do valor de mercado da companhia.

Por fim, a decisão de adiar para o ano que vem deverá ser tomada nas próximas semanas.

Vale (VALE3) anuncia que subsidiária firmou acordo para venda

A Vale anunciou que sua subsidiária Vale Canadá Limited (VCL) firmou acordo de exclusividade por 30 dias com um consórcio para negociar a venda de sua participação na Vale Nouvelle-Calédonie (VNC).

Dessa maneira, em comunicado ao mercado, a mineradora informa que o consórcio é liderado pela atual administração e empregados da Vale Nova Caledônia, conta com o apoio dos governos da Nova Caledônia e da França e tem a Trafigura como acionista minoritário.

Banco do Brasil (BBAS3) tem lucro líquido ajustado de R$ 3,482 bilhões

O Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado de R$ 3,482 bilhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 23,3% na comparação com o mesmo intervalo de 2019.

Portanto, o resultado foi impactado pelo aumento de suas provisões para devedores duvidosos (PCLD), que teve crescimento de 40,5% devido, principalmente, “à constituição de provisões prudenciais de forma preventiva.

⚠️Safra de balanços 3T20⚠️

A temporada dos Resultados Trimestrais já está a todo vapor, acesse a agenda de resultados do 3T20 do Portal Acionista. Além disso, conheça a importância de conhecer o desempenho das empresas. Acesse agora.

Lucro da Ultrapar (UGPA3) cai 10,9% no 3 trimestre

A receita líquida da Ultrapar, que controla as empresas Ipiranga, Oxiteno, Ultragaz, Ultracargo, Extrafarma e, mais recentemente, AbasteceAí, totalizou R$ 20,76 bilhões, com queda de 11% na comparação anual e crescimento de 31% frente ao segundo trimestre, período que concentrou os reflexos negativos da pandemia.

Além disso, o lucro líquido totalizou R$ 265,4 milhões no terceiro trimestre, queda de 10,9% na comparação anual.

EcoRodovias (ECOR3) divulga resultados do terceiro trimestre

A EcoRodovias divulgou seu balanço referente ao 3T20, em que registrou lucro líquido de R$ 71,6 milhões, revertendo o prejuízo do 3T19.

Ademais, o Ebitda ficou em R$ 488,8 milhões, também revertendo o número negativo de um ano antes.

Fonte: Necton, Terra Investimentos

A principal referência do mercado financeiro

Aqui no Acionista você tem a oportunidade de ler, comparar e decidir.

Trabalhamos em prol do investidor, aproximando em apenas um local diversas opiniões, sugestões e expectativas para o mercado.

Tempo é dinheiro. Poupamos seu tempo para que você foque no dinheiro.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também