Publicidade
Publicidade
Publicidade

Neoenergia divulga Relatório Anual 2020

Data da publicação

Categoria

Plurale em revista traz para você, em edições bimestrais, o debate amplo e plural – como indica o nome da publicação, em latim – de temas ligados ao ESG, sustentabilidade e casos de empresas nestas áreas. Você pode fazer agora sua assinatura de Plurale em revista, recebendo em casa ou no trabalho.

Categoria

Data da publicação

Documento está disponível no site da companhia e conta com os destaques realizados no período, atendendo aos compromissos com o Pacto Global e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU

De Plurale

Do Rio de Janeiro

A Neoenergia acaba de lançar o seu Relatório Anual 2020 com as principais realizações da empresa no período. Este é o primeiro Relatório Integrado da Neoenergia, elaborado de acordo com as orientações do International Integrated Reporting Council (IIRC) e das Normas GRI, da Global Reporting Initiative. A companhia publica anualmente seu desempenho desde 2004 e a partir de 2010 adotou os padrões GRI, além de seguir os requisitos do Manual de Elaboração de Relatório Socioambiental e Econômico-Financeiro da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O documento atende também a compromissos com o Pacto Global e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os destaques demonstram a superação dos desafios operacionais encontrados em um ano atípico, com agilidade e disciplina, levando energia aos seus mais de 14 milhões de clientes e garantindo o funcionamento de serviços essenciais, como hospitais, indústrias de alimentos e serviços públicos.

Entre os resultados alcançados está o aumento de 78% em investimento social privado, comparado ao ano anterior, que somou o equivalente a R$ 332,6 milhões. O crescimento do montante representa, em grande parte, as ações realizadas pela Neoenergia e seu Instituto, além dos investimentos destinados a mitigar os impactos causados pela pandemia do novo Coronavírus. Entre os destaques estão projetos sociais, por meio do estímulo a doações de insumos básicos (máscaras, álcool em gel) e financeiros, doação de respiradores a hospitais nos estados da Bahia, do Rio Grande do Norte e de Pernambuco, testes de Covid-19, entre outros.

Além disso, a companhia registrou um lucro líquido de R$ 2,8 bilhões, 26% superior a 2019, e um EBITDA de R$ 6,5 bilhões, apresentamos um resultado histórico para a história da Neoenergia.

“Em meio a tantos desafios vivenciados no último ano, o aprendizado adquirido é a certeza de que, com trabalho árduo e dedicação, somos capazes de nos adaptar para entregar e crescer. Mas é preciso, acima de tudo, cuidar. Cuidar da nossa saúde, da família, do meio ambiente e da sociedade. A pandemia da Covid-19, e a consequente crise social, surpreendeu o mundo e nos incitou a rever a forma de trabalhar e de nos relacionar”, comenta Mario Ruiz-Tagle, CEO da Neoenergia.

Como forma de reforçar o comprometimento com as entregas previstas, com base em gestão, disciplina de gastos e eficiência operacional, foram investidos mais de R$ 6,3 bilhões na expansão e modernização de redes de distribuição e transmissão e na ampliação da oferta de energia limpa, um dos principais objetivos da empresa. O ano marcou também o ingresso na 16ª carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) e na 11ª Carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3, mantendo presença no grupo de empresas reconhecidas com o selo Pró-Ética.

“O compromisso com o combate às mudanças climáticas foi reforçado. Em linha com nossa meta de alcançar a neutralidade em carbono até 2050, expandimos nossa carteira de projetos renováveis em desenvolvimento. De forma inédita no setor elétrico brasileiro, a companhia promoveu projeto em parceria com o Centro Clima da Coppe/UFRJ para desenvolver metodologia de avaliação da vulnerabilidade ao risco climático e elaborar estratégia de adaptação climática para assegurar que seus negócios sejam cada vez mais resilientes aos cenários climáticos atuais e futuros”, reforça Francisco Carvalho, superintendente de Inovação e Sustentabilidade da Neoenergia.

No desenvolvimento de seu modelo de negócios, a Neoenergia transforma seus ativos em capitais para criar valor compartilhado para todos os seus públicos de relacionamento: Capital financeiro, Capital manufaturado, Capital intelectual, Capital humano, Capital natural, e Capital social e de relacionamento.

No documento, a companhia compartilha sua visão do importante papel da eletricidade para contribuir na transição energética, em especial pela sua capacidade de integrar a energia renovável nos processos produtivos e a competitividade com outras fontes de geração. A eletrificação da economia atribui um protagonismo à infraestrutura de transmissão e distribuição de energia elétrica eficiente, inteligente e flexível, capaz de integrar fontes limpas e de promover conectividade, digitalização e gestão da demanda.

O material está disponível para consulta no site www.neoenegia.com.

SOBRE A NEOENERGIA: Companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados e no Distrito Federal, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN), Elektro (SP/MS) e CEB-D (DF) atendem a mais de 15 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 1.038 km de linhas em operação, destes 359 km (três trechos) entregues em 2020 e cerca de 6 mil km em construção, já considerando o lote arrematado no leilão de dezembro de 2020. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. A partir de janeiro de 2021, a Neoenergia passa a integrar a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.

Autor

Plurale em revista traz para você, em edições bimestrais, o debate amplo e plural – como indica o nome da publicação, em latim – de temas ligados ao ESG, sustentabilidade e casos de empresas nestas áreas. Você pode fazer agora sua assinatura de Plurale em revista, recebendo em casa ou no trabalho.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Plurale em revista traz para você, em edições bimestrais, o debate amplo e plural – como indica o nome da publicação, em latim – de temas ligados ao ESG, sustentabilidade e casos de empresas nestas áreas.

Você pode fazer agora sua assinatura de Plurale em revista, recebendo em casa ou no trabalho.

Publicidade
Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.