GOL (GOLL4): Acionistas da Smiles contestam acordo da cia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A Gol apresentou um pedido de liminar para que os valores envolvidos nos acordos de venda antecipada de suas passagens para a Smiles; sejam destinados a uma conta judicial até que uma eventual arbitragem seja concluída.

O pedido de convocação de assembleia foi contestado pelos acionistas da Smiles, que recorreram à justiça. Os investidores pedem a anulação da operação com a Gol, e entendem esta que deveria ter sido votada em reunião de acionistas.

Os investidores acreditam que não haveria vantagem com a operação para a Smiles, e deveria ter sido negociado; por exemplo, um prêmio financeiro para a cia, que é controlada pela Gol.

A empresa é listada no Novo Mercado da bolsa brasileira (B3), e caso a assembleia aprove a abertura de uma ação; a questão, que se trata de uma cláusula compromissória, deverá ser resolvida por meio de uma arbitragem. O caso corre na 1ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem, em São Paulo e está a cargo da juíza Paula da Rocha e Silva Formoso.

Impacto: Negativo. Insatisfeitos com o acordo da Gol, os investidores acreditam que este só favorecerá a própria companhia, não gerando nenhum benefício a Smiles, e por isso, pedem que a operação, que garantia a venda de passagens da Gol a Smiles, seja anulada.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

Guide Investimentos

Guide Investimentos

A Guide é uma plataforma aberta de investimentos que guia pessoas para que o dinheiro não limite a vida. Conheça mais sobre os conteúdos da corretora em www.oguiafinanceiro.com.br

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.