COPEL (CPLE3) conclui venda da Copel Telecom

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Segundo fato relevante divulgado pela companhia a CVM, a Companhia Paranaense de Energia (Copel) foi celebrado um contrato com a Bordeaux Participações, sociedade do grupo econômico do Bordeaux Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, de alienação de 100% das ações de emissão da Copel Telecomunicações (Copel Telecom) de titularidade da companhia.

O ativo foi vendido em novembro de 2020 através de um leilão na B3. O ativo atraiu quatro grupos para a disputa e foi arrematado pelo fundo Bordeaux por R$ 2,395 bilhões; um ágio de quase 71% sobre o preço mínimo de R$ 1,4 bilhão.

O presidente da Copel, Daniel Slaviero, afirmou na época da venda, que os recursos levantados com a venda da Copel Telecom deverão ser aplicados em três frentes: investimentos em distribuição, oportunidades de projetos de geração e transmissão e mudanças na política de dividendos para torná-la “mais adequada”.

Impacto: Positivo. A venda do ativo permite com que a Copel agora consiga focar em negócios estratégicos do setor de energia elétrica, seguindo seu plano de crescimento. Além disso, permite com que a empresa fortaleça sua posição de caixa.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos