Publicidade
Publicidade

Simulações mostram o impacto das novas alíquotas no crédito

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
A elevação do IOF sobre crédito até o fim do ano chega em um momento em que o endividamento das famílias é recorde e quando o aumento da taxa básica de juros já deixa as condições ainda piores para quem está com as contas no vermelho.

 

Para o diretor executivo da Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac), Miguel de Oliveira, é muito ruim o governo ter aumentado por decreto o imposto em um momento em que a “economia está andando de lado” e as expectativas se deterioram semana a semana, com estimativas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) muito próximas de zero em 2022.

 

“A inadimplência está mais alta e a queda de renda se acentua com inflação acelerada, a taxa básica de juros impacta com altas consecutivas dos juros cobrados nos empréstimos”, diz o economista sobre o cenário atual. “De um lado, sobe os juros e agora sobe o imposto. Isso agrava o quadro de consumo, impacta negativamente os financiamentos e dificulta ainda mais qualquer recuperação.”

 

A pedido do Estadão, ele fez duas simulações do impacto do IOF maior a partir de segunda-feira em operações de crédito pessoal e capital de giro. No primeiro caso, em um empréstimo de R$ 10 mil, em 12 prestações, ao fim de um ano, o cliente vai ter pago R$ 142 a mais. Já para uma empresa que tomar R$ 50 mil, a diferença entre as duas alíquotas é de quase R$ 300 (mais informações ao lado).

 

Segundo Carlos Kawall, diretor da ASA Investments e ex-secretário do Tesouro Nacional, o impacto em cada operação pode parecer pequeno, mas o momento recorde de endividamento é o pior cenário para essa decisão.

 

De acordo com dados do Banco Central, o endividamento das famílias brasileiras com o sistema financeiro está em 59,2%, o maior nível da série. Isso significa que, para cada R$ 100 que uma família recebeu no último ano, ela já tem uma dívida contratada de quase R$ 60.

 

“Aumento de impostos sobre o crédito, mesmo que temporário, agrava o custo dos empréstimos, particularmente em um momento em que o Banco Central precisará subir ainda mais a taxa básica de juros para conter a alta da inflação”, disse a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), em nota. “O resultado é o desestímulo aos investimentos e mais custos para empresas e famílias.” Para a Febraban, a elevação do IOF “dificulta o processo de recuperação da economia”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Análises de Mercado

Com a assinatura Análises de Mercado você recebe diariamente teses e atualizações sobre tudo o que acontece no mundo dos investimentos. São mais de 60 especialistas publicando em uma única plataforma. Você terá acesso aos relatórios diários de mais de 22 corretoras e casas de análises, cartas mensais de mais de 35 fundos de investimentos e um ranking exclusivo com as avaliações das casas em relação ao preço justo e às recomendações para comprar, vender e manter entre os principais papéis listados na B3. Você poderá conferir ainda planilhas das principais corretoras com recomendações de ativos e indicadores sobre potencial de uma empresa.

Com a assinatura Análises de Mercado você tem acesso:

  • Relatórios: Análises e atualizações diárias sobre o mercado publicadas por mais de 60 especialistas.
  • Guia de Ativos: Planilhas completas das corretoras com avaliações e perspectivas de desempenho de cada ativo.
  • Consenso de Mercado: Avaliações das corretoras em relação ao preço justo e às recomendações para comprar, vender e manter entre os principais papéis listados na bolsa brasileira.
  • Cartas dos Fundos: As últimas cartas e relatórios mensais publicados por mais de 30 dos principais fundos de investimentos do país.

OPORTUNIDADES EM UM SÓ LUGAR

Venha conhecer o Clube Acionista, a plataforma que reúne recomendações de mais de 60 especialistas de mercado em um só lugar. A facilidade de não precisar sair procurando por boa informação em diferentes canais. O cadastro é totalmente gratuito. Aproveite!

Você também pode acessar tudo sobre onde investir no Portal Acionista e gratuitamente pelo nosso canal do Telegram.

Estadão Conteúdo

Estadão Conteúdo

"O Estado de S. Paulo" é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez "A Província de S. Paulo" - seu nome original.

Você pode se interessar por

Acionista consome. Acionista investe

Você como Acionista, consome da
empresa que investe?

Publicidade

Tire dúvidas sobre investimentos

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.