Serviços operam 14,1% abaixo de pico registrado em novembro de 2014, diz IBGE

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Passado o momento mais agudo da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, o setor de serviços mostra recuperação, mas ainda está distante do pico alcançado anos atrás. Em novembro de 2020, os serviços ainda operavam 14,1% abaixo do ponto mais alto registrado em novembro de 2014.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) e foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os Serviços prestados às famílias estavam 34,9% abaixo do pico de outubro de 2013, enquanto os Serviços de informação e comunicação operavam 4,7% aquém do auge alcançado em março de 2015.

Os Serviços profissionais, administrativos e complementares estavam 27,0% abaixo do ápice de julho de 2012, e os Transportes funcionavam 16,1% aquém do pico de novembro de 2014.

O segmento de Outros serviços estava 10,7% abaixo do auge de agosto de 2011.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos