Radar Empresas: Cielo, Notre Dame Intermédica, Telefônica Brasil e mais

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Cielo

Confira as notícias mais relevantes a respeito das principais empresas da bolsa de valores. No Radar Empresas de hoje temos Cielo, Notre Dame Intermédica, Telefônica Brasil, Suzano e Petrobras.

Cielo (CIEL3) acerta venda de fatia na Orizon para Bradseg por R$ 129 mi

A empresa de meios de pagamentos Cielo informou nesta quinta-feira que acertou a venda de toda sua participação de 40,95% na Companhia Brasileira de Gestão de Serviços (Orizon) para a Bradseg por 128,99 milhões de reais.

“A realização da operação faz parte da estratégia da companhia ao possibilitar dar maior foco em suas atividades core”, afirmou a Cielo em comunicado ao mercado.

Notre Dame Intermédica (GNDI3) fecha acordo para compra da Lifeday

A operadora de planos de saúde Notre Dame Intermédica informou nesta quinta-feira (1º) que acertou a compra de 100% da Lifeday Planos de Saúde por R$ 70 milhões, à vista. Assim, o valor da transação, desconta o endividamento líquido e uma parcela retida para contingências.

Além disso, a Lifeday tem uma carteira de cerca de 57 mil beneficiários principalmente em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Telefônica Brasil (VIVT3) confirma extinção de ações preferenciais

A Telefônica Brasil anunciou nesta quinta-feira (1) a conversão de 1,1 bilhão de ações preferenciais (PN) em ações ordinárias (ON) – com a consequente extinção das ações preferenciais.

Portanto, a proporção de conversão foi confirmada pela Assembleia Geral Especial dos Titulares de Ações Preferenciais: uma ação ordinária para cada uma ação preferencial.

BNDES zera posição em Suzano (SUZB3) e levanta quase R$ 7 bi…

O BNDES vendeu todas as suas ações na Suzano, deixando de ser acionista da companhia com a oferta subsequente (follow-on) concretizada ontem. Desse modo, segundo o Valor Econômico, o preço por ação ficou em R$ 46, segundo fontes.

O desconto foi de 1,07% sobre o preço de fechamento do papel ontem em bolsa. Enfim, com essa venda, sobe para quase R$ 40 bilhões o volume de desinvestimentos em bolsa do BNDES em 2020.

Quer saber onde investir? Reunimos os melhores especialistas do mercado em um só lugar. Confira Aqui.

STF libera venda de refinarias da Petrobras (PETR4)

A decisão do Supremo Tribunal Federal de liberar a venda de oito refinarias da Petrobras foi comemorada pelo presidente da empresa, Roberto Castello Branco, que disse sempre ter confiado “na capacidade da Suprema Corte”.

Desse modo, o conselho de administração da empresa aprovou a adesão aos programas de redução de juros e multas de débitos do Imposto sobre ICMS instituídos por Rio de Janeiro e Espírito Santos. Ademais, no total, a companhia terá que pagar R$ 2 bilhões para encerrar cobranças que totalizam R$ 4,3 bilhões nos dois Estados.

Enfim, segundo a companhia, 70% deste valor será desembolsado em outubro, e o restante em parcelas mensais que vencem até dezembro.

Fonte: Necton e Terra Investimentos

A principal referência do mercado financeiro

Aqui no Acionista você tem a oportunidade de ler, comparar e decidir.

Trabalhamos em prol do investidor, aproximando em apenas um local diversas opiniões, sugestões e expectativas para o mercado.

Tempo é dinheiro. Poupamos seu tempo para que você foque no dinheiro.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também