Setor de Varejo: Empresas se frustram com novas medidas restritivas e projetam Natal mais fraco

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Após a divulgação da decisão do governo de São Paulo de retornar à fase amarela, assim aumentando as restrições para o horário de funcionamento de shoppings, comércios de rua, restaurantes e bares, executivos do comércio refazem projeções para o Natal, agora considerando um cenário mais fraco de vendas.

Representantes desses setores estranham o fato das restrições terem sido anunciadas ontem, um dia após o fim das eleições municipais. Adicionam ainda que entendem a questão de saúde ser algo preocupante, no entanto, alegam estarem seguindo protocolos de segurança e acreditam que, para os que não estiverem, cabe à fiscalização atuar.

Agora, shoppings, galerias e outros estabelecimentos comerciais devem reduzir o atendimento de 60% para 40% da capacidade total. O horário de operação muda de 12 horas para 10 horas. Nos bares e restaurantes, o serviço tem que ser encerrado às 22h. Até então, era às 23h.

Impacto: Negativo. Os executivos do setor estranharam o fato de terem sido informados sobre as novas medidas somente um dia após as eleições. Com isso, a poucas semanas do Natal; grande data para o varejo em termos de vendas, empresas tem de refazer suas projeções, considerando receita mais fraca.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos