Invepar registra prejuízo nos 6M19

A Receita Líquida Ajustada da Invepar do primeiro semestre de 2019 totalizou R$ 1,981 bilhão, crescimento de 3,4% na comparação com o 6M18. O EBITDA Ajustado totalizou R$ 1,1 bilhão no 6M19, um leve crescimento de 0,4% quando comparado com o 6M18. O aumento da Receita Líquida Ajustada no período mais do que compensou maiores Custos e Despesas Administráveis. A Margem EBITDA Ajustada foi de 55,6%, 1,7 ponto percentual menor em relação ao primeiro semestre de 2018.

O Resultado Financeiro Líquido reduziu no 6M19 comparado ao 6M18. Isso se deve ao aumento nas comissões e despesas bancárias, principalmente, pelas despesas com estruturação da Assembleia Geral de Debenturistas da controlada CART e respectivo pagamento de waiver fee aos debenturistas, além da contabilização do deságio referente as debêntures da 5ª emissão da Invepar.

O Resultado Líquido do 6M19 foi de prejuízo de R$ 537,8 milhões contra prejuízo de R$ 281,7 milhões no mesmo período de 2018. No 2T19, o prejuízo foi de R$ 348,4 milhões versus R$ 192,1 milhões no 2T18. Em ambos os períodos, a piora no resultado do exercício está relacionada, principalmente, a maiores Despesas Financeiras e aumento da Depreciação & Amortização.

No 6M19, foram investidos R$ 228,0milhões, com destaques para GRU Airport, onde foram realizados investimentos direcionados para ampliação da captação de receitas acessórias nos Terminais de Passageiros e ampliação da capacidade de armazenagem no TECA. Em rodovias, importante destacar as obras de duplicação, melhoria viária e pavimentação, enquanto que em mobilidade urbana, o destaque fica por conta da revitalização de material rodante e trens, manutenção de equipamentos e benfeitorias nas estações do MetrôRio.

(MR – Agência Enfoque)

Agenda de Resultados Trimestrais