MANHÃ DO MERCADO: A escalada das tensões é real e em suas diversas formas, atinge o Brasil e o exterior

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Terra

CENÁRIO ECONÔMICO & MERCADOS

A escalada das tensões é real e em suas diversas formas, atinge o Brasil e o exterior.

O final da semana prometia ser positivo com as exportações da China superando em muito as projeções médias dos analistas com crescimento anual de 10,4% em yuan e 7,2% em dólares, disparando o saldo em ambos critérios, levando a um superávit de conta corrente.

Além disso, a melhora dos indicadores antecedentes e coincidentes no Japão e dos dados na Alemanha como balança comercial, conta corrente e produção industrial abririam espaço para que, novamente, as atenções se voltassem à reversão intensa de parte dos efeitos da crise.

Porém, na expectativa pelo payroll nos EUA e o IPCA por aqui, o mercado reage ao aumento das tensões entre EUA e China; pois Donald Trump emitiu ontem ordens executivas que proíbem operações com WeChat e TikTok nos EUA em 45 dias, caso não saiam de mãos chinesas.

Do lado sanitário, a Organização Mundial da Saúde lembrou ontem que testes em estágio avançado em humanos não significam necessariamente que uma vacina Covid-19 será amplamente distribuída em breve. Parece torcer contra para continuar relevante.

E no Brasil, o senado aprovou a excrecência do projeto de limite dos juros do cheque especial e do cartão de crédito; com destaque do PT para torná-lo permanente, mesmo após o estado de calamidade.

O problema dos elevados e obscenos juros no Brasil realmente precisam de uma solução, todavia o caminho da imposição tabelada, como vimos no passado é fadado ao fracasso.

O ideal sempre seria buscar algo na linha de concorrência, como atuava o BC até a chegada da pandemia, algo que inclusive estava incomodando os bancos. A esperança é que o projeto não vingue na câmara, pois o veto presidencial seria praticamente inócuo.

Bridgestone, Kirin, Sumitomo, NAMCO BANDAI, Sompo são os destaques da agenda corporativa internacional.

Localmente, Biom, M.Dias Branco, OSX e Sanepar.

Atenção ao IPCA no Brasil e Payroll nos EUA.

ABERTURA DE MERCADOS

A abertura na Europa é negativa e os futuros NY abrem em baixa, com o aumento das tensões entre EUA e China.

Em Ásia-Pacífico, mercados negativos, mesmo com os dados mais fortes da economia chinesa.

O dólar opera em alta contra a maioria das divisas centrais, enquanto os Treasuries operam negativos em todos vencimentos.

Entre as commodities metálicas, quedas, destaque ao min. de ferro.

O petróleo abriu em queda em Londres e Nova York, com a incerteza sobre o avanço de estímulos nos EUA.

O índice VIX de volatilidade abre em alta de 5,52%.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.