Fed manterá acomodação até atingir meta, com inflação acima de 2% ‘por um tempo’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) pretende manter a sua política monetária acomodatícia até que a inflação fique acima de 2% e se estabeleça neste nível por “por um tempo”, de forma que as expectativas inflacionárias de longo prazo e o nível de preços se ancorem nos 2%.

Em comunicado divulgado após reunião de política monetária, o Fed reafirma que manterá a taxa básica de juro entre 0% e 0,25% até que a entidade considere que atingiu o seu objetivo de “máximo emprego” nos Estados Unidos.

Nesta quarta-feira, o Comitê decidiu deixar inalterada a taxa dos Fed funds em decisão unânime.

Ferramentas

Em comunicado da decisão de política monetária, o Federal Reserve afirma estar comprometido em usar sua gama de ferramentas para apoiar o máximo o emprego e a estabilidade de preços nos Estados Unidos.

A entidade repetiu observação contida no comunicado anterior e afirmou que a demanda mais fraca e a queda nos preços do petróleo têm segurado os níveis de inflação.

Carteira de ativos

O Federal Reserve informou em comunicado que continuará elevando sua carteira de ativos em pelo menos 120 bilhões por mês, sendo US$ 80 bilhões em títulos do Tesouro americano e US$ 40 bilhões em títulos hipotecários. Segundo a entidade, esta decisão será mantida até que um “progresso substancial seja feito em direção às metas de emprego e inflação” do Comitê Federal de Mercado Aberto.

No documento, o Fed argumenta que as compras vão ajudar a promover o funcionamento regular do mercado e dar suporte às condições financeiras acomodatícias, apoiando assim o fluxo de crédito para famílias e empresas.

A entidade também destaca que continuará acompanhando as possíveis implicações que a saúde pública, o mercado de trabalho, as expectativas inflacionárias e os desenvolvimentos financeiros internos e externos poderão ter sobre a economia dos EUA, se comprometendo a ajustar sua política monetária caso a meta de inflação e emprego do Fed seja ameaçada.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

Estadão Conteúdo

Estadão Conteúdo

"O Estado de S. Paulo" é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez "A Província de S. Paulo" - seu nome original.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.