Consumo Aparente de bens industriais sobe 2,3% em novembro ante outubro, diz Ipea

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O Indicador Ipea de Consumo Aparente de Bens Industriais registrou crescimento de 2,3% em novembro ante outubro, informou nesta terça-feira, 12, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Na comparação com novembro de 2019, a alta também foi de 2,3%. O trimestre móvel encerrado em novembro avançou 12,4% sobre o trimestre móvel imediatamente anterior.

O indicador mede a demanda interna por bens industriais, por meio da produção industrial interna não exportada, acrescida das importações. Segundo o Ipea, a produção nacional caiu 0,5% ante outubro, enquanto a importação de bens industriais saltou 20,2%.

No desagregado por categorias econômicas, houve desempenho positivo generalizado na passagem de outubro para novembro. A demanda por bens de capital registrou alta de 8,9%, enquanto os bens duráveis cresceram 5,7%. “Na comparação interanual, o resultado foi similar, com todos os segmentos apresentando variação positiva contra novembro do ano passado”, diz o relatório divulgado pelo Ipea.

No desagregado por atividades industriais, 16 dos 22 segmentos analisados apresentaram melhora, com destaque para “outros equipamentos de transporte” e “borracha e plástico”, com altas de 15,8% e 11,8%, respectivamente, em novembro ante outubro.

Na comparação interanual, 15 dos 22 segmentos registraram crescimento ante novembro de 2019. “Entre os relevantes, os segmentos químicos e aparelhos elétricos foram os destaques positivos, ambos com altas de 17,1%”, diz o relatório do Ipea.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos