MANHÃ DO MERCADO: Vacina e payroll impulsionam mercados

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Terra

CENÁRIO EXTERNO: VACINA E PAYROLL IMPULSIONAM MERCADOS

Mercados… Mercados asiáticos encerraram a sessão desta 5ªf em alta, com bolsas de Tóquio, Hong Kong e Xangai acumulando ganhos de 0,1%, 2,8% e 2,1%, respectivamente. Na zona do euro, ativos iniciaram o dia com viés altista: o Stoxx 600, índice que abrange uma gama de ativos ao redor do continente europeu, avança 1,2% até o momento. Nos EUA, futuros de NY caminham na mesma direção, com variações positivas na ordem de 0,7% a 1,1%, enquanto o dólar (DXY) continua perdendo força contra seus principais pares. No plano das commodities, ativos ilustram o bom humor dos mercados. O preço do petróleo (Brent Crude) avança 0,8%, situando-se acima dos R$ 42,00/barril.

Vacina e payroll impulsionam mercados… Bolsas internacionais abriram o dia com desempenhos predominantemente positivos, reflexo da renovação de esperanças por uma vacina contra a covid-19 após a realização de testes com resultados promissores pela Pfizer e a BioNtech SE. Na frente econômica, investidores também aguardam otimistas a divulgação do Relatório de Emprego (Payroll) de junho nos EUA, após os dados do setor privado do ADP apontarem para a criação de 2,37 milhões postos de trabalho no período.

Resultados animadores… Os testes iniciais da vacina BNT162B1, que está em desenvolvimento pela Pfizer e pela BioNtech SE, trouxeram resultados promissores, animando investidores nesta 4ªf. Segundo matéria da mídia internacional, a vacina se mostrou segura para os pacientes e efetiva na produção de anticorpos contra o coronavírus. Ao todo, 45 indivíduos participaram da pesquisa, divididos em grupos: alguns receberam 2 vacinas com doses diferentes; outros uma única injeção com dose aumentada e o grupo de controle recebeu um placebo. Em geral, pacientes que receberam as 2 injeções apresentaram os melhores resultados.

Vacina pode começar a ser distribuída em 2020… Atualmente, as avaliações estão sobre escrutínio da comunidade médica, mas caso haja continuidade no sucesso dos testes subsequentes, as companhias estimam conseguir produzir cerca de 100 milhões de doses para distribuição até o final do ano. Atualmente, a Pfizer e a BioNtech estão estudando 4 variações da droga em diferentes dosagens e anunciaram planos de realizar uma nova fase de testes com mais de 30 mil pacientes até o fim deste mês. Vamos acompanhar…

Emprego nos EUA… O grande destaque da agenda econômica desta 5ªf será a divulgação do Relatório de Emprego (payroll) nos EUA, às 9h30. O dado, que costuma ser divulgado na primeira 6ªf do mês, acabou sendo antecipado em função do feriado (4 de julho). Ontem, os dados do setor privado divulgados pelo ADP apontaram para a criação de 2,37 milhões de postos de trabalho no mesmo mês – resultado inferior aos 3 milhões esperados pelo mercado –, mas uma revisão do resultado de maio de um corte de 2,7 milhões de vagas para uma geração de 3,0 milhões de empregos elevou as expectativas com o resultado que será apresentado pelo payroll nesta 5ªf. Tendo isso em vista, o mercado espera a criação líquida de mais de 3,7 milhões de empregos no mês de junho, resultado que resultará na queda da taxa de desemprego de 13,3% para 12,0%.

Mais agenda… No mesmo horário do payroll (9h30), saem os pedidos de auxílio-desemprego (previsão de 1,38 milhão, contra 1,48 milhão na semana anterior) e a balança de maio, que deve aprofundar o déficit a US$ 52,0 bi. No restante do dia, o investidor ainda avalia a divulgação das encomendas à indústria nos EUA, às 11h, e o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) Composto chinês publicado pela Caixin (empresa do setor privado) a partir das 22h45.

BRASIL: CÂMARA DOS DEPUTADOS CONFIRMA ADIAMENTO DAS ELEIÇÕES

Mais dois messes de auxílio emergencial… Ontem, a Câmara dos Deputados aprovou o adiamento das eleições municipais de 2020. Como se trata de uma PEC, dispensa-se a sanção presidencial. O 1º turno do pleito foi transferido do 4/10 para o 15/11. Já o 2º turno, que elege prefeitos nas cidades com mais de 200 mil eleitores, foi postergado do 25/10 para o 29/11. O atraso foi proposto para reduzir os riscos de contaminação (covid-19) inerentes ao processo eleitoral. A emenda também inclui uma cláusula possibilitando que municípios que ainda estejam lidando com surtos do coronavírus possam; com permissão prévia do Tribunal Superior Eleitoral, postergar a disputa dos pleitos até o dia 27/12.

Novatos ainda lutam contra o tempo… Mesmo com o adiamento, as eleições deste ano devem favorecer políticos que buscam a reeleição, já que desconhecidos e novatos ainda lidaram; pelo menos nas fases iniciais da campanha, com uma série de desafios criados pela necessidade de manter o distanciamento social.

Recesso do STF alivia governo… Amanhã, se inicia o recesso da Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral. As atividades de plenário das Cortes estarão suspensas até o final de julho. As “férias” dos ministros devem reduzir o fluxo de notícias negativas para o governo no plano judicial. Decisões de caráter emergencial ainda poderão ser tomadas de forma monocrática (por um único ministro). Um eventual pedido de habeas corpus apresentado pelo senador Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ); que pode ser acusado formalmente na investigação das supostas “rachadinhas”, ainda poderá ser analisado durante este período.

Extensões… Antes que se inicie a pausa nas análises jurídicas das Cortes Altas, o ministro Alexandre de Moraes estendeu o inquérito de fake news, que pressiona o presidente e mira vários dos seus aliados, por mais seis meses. O ministro Celso de Mello, por sua vez, estendeu a investigação de ingerência na Polícia Federal; que também mira o presidente Jair Bolsonaro, por mais 30 dias.

Na agenda… O destaque da agenda econômica doméstica será a divulgação da produção industrial em maio pelo IBGE, às 9h. Após uma queda histórica no mês de abril (-18,8% m/m), esperamos que o setor apresente uma recuperação da ordem de 5,0% m/m em maio. No entanto, apesar do resultado positivo no mês – derivado principalmente da fraca base de comparação – o dado continuará cerca de 21,5% atrás do verificado no mesmo período no ano passado. Na política, Jair Bolsonaro se encontra com Alberto Fernández, presidente da Argentina; pela primeira vez – reunião que deve ser marcada pela crescente tensão entre os países desde que Fernandez assumiu a presidência.

E os mercados hoje?… Ativos de risco continuam operando em trajetória altista no exterior, impulsionados pelos avanços no desenvolvimento de uma vacina contra a covid-19 e pelo otimismo com o qual investidores aguardam a divulgação do Relatório de Emprego de junho nos EUA. Pelo Brasil, onde o número de mortes pela covid-19 ultrapassou 60 mil, o foco do mercado deve se voltar a divulgação da produção industrial de maio pela manhã. Na política, o recesso do STF deve reduzir o fluxo de notícias negativas para o governo no plano judicial. Assim, na manutenção da falta de novidades relevantes no quadro local, o Ibovespa deve continuar a mercê dos movimentos externos e o real entre as moedas mais voláteis. No mercado de juros, o resultado da indústria deve ajudar a calibrar expectativas com relação a decisão do COPOM em agosto, após o IPP industrial inflacionar 0,9% em maio.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Por: Nelson Tucci

Toda segunda-feira