Publicidade

Best in Class de volta às recomendações de compra

Tempo de leitura: ‍

Imagem: Freepik

Uma das gigantes do setor de alimentos, de volta às recomendações de compra, entre aquelas empresas que sempre se reinventa. Integrante da seleção Best in Class por atender aos principais critérios de sustentabilidade da B3, quando parece que está sumida, surge com resultados significativos.

No 4T de Assaí (ASI3), a empresa apresentou uma receita líquida de R$ 18,4 bilhões, um crescimento de 15,5% a/a e de 8,3% t/t, em linha com as expectativas do mercado e o lucro líquido atingiu R$ 297,0 milhões.

Para os analistas da Mirae Asset, os números são positivos, considerando o cenário de deflação de alimentos (embora o IPCA de fevereiro tenha ficado em 0,83%, principalmente com inflação desses alimentos).  E a recomendação é de “compra”.

“Melhora do SSS (vendas mesmas lojas), ganho de market share e geração de caixa foram os destaques positivos. Com o término das conversões, o foco passa a se voltar a desalavancagem financeira, que deve ser impulsionada por uma maior geração de caixa, influenciada por volumes e menor pressão nos preços de alimentos, além de um menor volume de investimentos, menor desembolso com o pagamento dos hipermercados e queda da taxa de juros”, comentaram.

Itaú destaca o Ebitda do trimestre 

O Ebitda ajustado foi de R$ 1,4 bilhões, um aumento de 23% vs. 4T22, impulsionado pela expansão de 16% da receita líquida no período. 

Conforme o relatório de análise dos resultados que recomenda compra, a maior receita líquida, por sua vez, se deve pela abertura de novas lojas (+27 lojas em relação ao 4T22); e  ao crescimento das vendas mesmas lojas (SSS) de 2,9% em comparação ao 4T22, uma vez que os maiores volumes mais do que compensaram a deflação de alimentos no período. A margem Ebitda aumentou 0,5 p.p. na comparação anual, sobretudo devido à maior diluição de despesas. 

“Maturação das lojas”, diz Ativa e Genial

Os números não pegaram os analistas da Ativa de surpresa. O 4T23 ficou dentro dos que eles tinham estabelecido. 

“Destaque para a rápida maturação das lojas, contribuindo para a expansão do ebitda, além da sequencial redução na alavancagem. Além disso, destacamos o retorno do SSS para o patamar positivo, impulsionado também pelas lojas convertidas e novas. Adicionalmente, o melhor ciclo de caixa reflete a normalização pós conversões de lojas. Por fim, o ano de 2024 pode ser um bom ano para o Assaí, ao contrário dos desafios que precisou enfrentar em 2023.”

De acordo com a Genial essa rápida maturação das lojas convertidas segue gerando ganhos de alavancagem operacional, permitindo a consolidação da maior margem Ebitda dos últimos dois anos e impulsionando a geração de caixa operacional da companhia.

“Acreditamos que a combinação de melhores condições macroeconômicas somadas à continuidade do processo de maturação do projeto de expansão e a trajetória de queda da Selic deve favorecer o Assaí ao longo de 2024. Reiteramos a recomendação de compra.”

Ágora vê vantagem do Assaí (ASI3) sobre o Atacadão em 2024

Conforme estudo realizado pela Ágora, com as principais métricas trimestrais, a conclusão é que o Assaí e o Atacadão “têm tamanhos médios de lojas semelhantes e cerca de 80% das unidades estão localizadas em um raio de 5km um do outro; no entanto, há uma grande lacuna na produtividade das lojas que deixa o Assaí em melhor situação para obter um crescimento de receita de dois dígitos”. 

Para os analistas, o Assaí apresenta “receita por metro quadrado maior, cerca de 20% acima do seu concorrente, enquanto o lucro bruto e as eficiências com despesas gerais, com vendas e administrativas (SG&A) reforçam o potencial de fornecer alavancagem operacional ao longo de 2024. O Atacadão pode diminuir a diferença na margem bruta devido à expansão dos serviços nas lojas”, afirmam.

Assaí pode ser uma opção melhor a curto prazo, já que eles veem a ação mais próxima da dinâmica positiva de lucros com as estimativas para 2025 cerca de 5% acima do consenso. “Acreditamos que a empresa possui as alavancas necessárias para manter os ganhos de participação de mercado, bem como acelerar o crescimento do lucro e do fluxo de caixa.”

 Além disso, para a Ágora a empresa é vista com um valuation atraente (múltiplo P/L de cerca de 12,0x estimado para 2025) em comparação com os pares de países emergentes com múltiplo P/L de 14 a 15x estimado para 2025 e considerando uma taxa média de crescimento anual de 40% (2023 a 2026) e ROE médio de 22% para o mesmo período. 

“As ações do Assaí estão sendo negociadas com prêmio de 20% em relação ao CRFB3, de acordo com nossas estimativas, o que pode aumentar para 30-35% nos próximos 3-6 meses devido a melhor dinâmica dos lucros. Mantemos nossa recomendação de Compra para o Assaí enquanto aumentamos nosso preço-alvo ao final de 2024 para R$ 18,00 (R$ 17,00 anteriormente).” 

As recomendações de compra

Acompanhe as indicações atualizadas e o consenso para Assaí (ASAI3) e outras empresas. Veja em Recomendações Ações.

Publicidade

Clube Acionista

A maior cobertura para impulsionar sua carteira de investimentos

Agendas

Saiba quando as empresas vão pagar antes de investir.

Análises

Veja análises dos bancos e corretoras em um só lugar.

Carteiras

Replique carteiras dos bancos e corretoras para investir com segurança.

Recomendações

Descubra a média de recomendações de empresas e fundos.

Clube Acionista

A maior cobertura para impulsionar sua carteira de investimentos

Agendas

Análises

Carteiras

Recomendações

Comece agora mesmo seu teste grátis

Este post está disponível na íntegra no Clube.Acionista

Picture of Cátia Chagas

Cátia Chagas

Editora e produtora de Conteúdo do Portal Acionista e Clube. Foco em mercado de capitais; empresas e ESG. Atua também em Jornalismo de Produto (certificada pelo Knight Center for Journalism in the Americas). Jornalista graduada PUCRS; Especialização em Comunicação Política pela UNISC; MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Sociais na Universidade Estácio de Sá; Especialização em Gestão e Governança Corporativa aplicada a práticas ESG. Com passagem pelos veículos G1RS; GZH e Grupo Sinos.
Picture of Cátia Chagas

Cátia Chagas

Editora e produtora de Conteúdo do Portal Acionista e Clube. Foco em mercado de capitais; empresas e ESG. Atua também em Jornalismo de Produto (certificada pelo Knight Center for Journalism in the Americas). Jornalista graduada PUCRS; Especialização em Comunicação Política pela UNISC; MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Sociais na Universidade Estácio de Sá; Especialização em Gestão e Governança Corporativa aplicada a práticas ESG. Com passagem pelos veículos G1RS; GZH e Grupo Sinos.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria, quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. O conteúdo da publicação pode conter elementos de texto gerados por inteligencia artificial. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Mais destaques

Bear Market: O Ranking das empresas mais descontadas do momento

O Bear Market é um ranking gratuito para identificar 10 empresas com desvalorização acima de 50% no momento. Considerando o valor máximo atingido no intervalo de 1 ano (52 semanas) em relação ao preço atual. Dessa forma, você já deve ter escutado o termo Bear Market, se ainda não, com

Libere todas as recomendações para investir

Mais lidas

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.