AZUL (AZUL4) – Tráfego em agosto/20 e metas de malha para outubro

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Banrisul

A Azul divulgou o desempenho operacional de agosto com aumento de 26,4% no tráfego de passageiros consolidado (RPKs) sobre julho/20, ante um crescimento de 33,3% na capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 75,5%. A taxa de ocupação doméstica foi de 75,7% e a internacional totalizou 72,7%. Em agosto a empresa aumentou em 40% sua capacidade doméstica comparada com o mesmo período no ano passado. Segundo a empresa, houve aumento também na tarifa e na receita.

Metas para outubro:

• A Azul espera operar 505 decolagens diárias nos dias de maior demanda em outubro para 89 destinos;

• A capacidade total representará aproximadamente 55% dos ASKs no mesmo período do ano passado e a capacidade doméstica representará 60% dos ASKs domésticos de outubro de 2019.

Tráfego em agosto de 2020

No 1S20 a empresa registrou um prejuízo líquido de R$ 9,1 bilhões influenciado pela perda com derivativos e variação cambial. O prejuízo líquido ajustado para estas perdas somou R$ 2,5 bilhões. A ação AZUL4 encerrou cotada a R$ 26,10 com queda de 55,2% no ano.

GUIDE INVESTIMENTOS: AZUL (AZUL4) aumentará em 55% a oferta de voos para o mês de outubro

A companhia aérea Azul divulgou que irá aumentar sua oferta de voos no mês de outubro para 505 decolagens diárias, incluindo 89 destinos.

Segundo a empresa, a nova oferta de voos representa um aumento de 55% com relação ao mesmo mês em 2019.

O valor oferecido também equivale a 60% de toda a capacidade doméstica.

Ainda, a aérea informou um aumento no volume do tráfego consolidado entre os meses de julho e agosto, em 26,4%.

O volume em agosto representou queda de 68,7% com relação ao mesmo período no ano passado.

Por fim, a taxa de ocupação em agosto totalizou 75,5%, queda de 4,1 p.p. vs. o mês de julho.

Impacto: Marginalmente Positivo. A companhia aérea ainda apresenta grandes quedas nos volumes de tráfego, comparada a tempos pré-crise. No entanto, estes números já estão em patamares bastante positivos, com relação ao início da disseminação do coronavírus. Ainda, a nova oferta de voos estimada para outubro representa um aumento de 55% comparada ao mesmo mês em 2019.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Especial Resultados 3T20 já disponível

Confira os relatórios e comentários sobre o desempenho das empresas neste trimestre.