O US News publicou recentemente os 7 melhores ETFs de REIT, destacando que desde a sua introdução, os REITs tornaram-se muito populares. São mais de 200 REITs negociados publicamente no mercado, representando centenas de bilhões de dólares em capitalização de mercado. “Com todas essas opções, o cenário REIT pode ser confuso para os investidores que procuram rendimentos de dividendos e valorização do capital a longo prazo’, diz a reportagem.

Em vista disso, as empresas de gestão de ativos de Wall Street criaram uma grande seleção de fundos negociados em bolsa, os ETFs, com foco em REIT, para os investidores institucionais e de varejo escolherem. 

Os ETFs REIT oferecem gestão profissional e ampla diversificação em títulos convenientes negociados nas principais bolsas de valores.

Os 7 são:

  • Schwab US REIT ETF (SCHH )
  • ETF imobiliário de vanguarda ( VNQ )
  • Fundo Imobiliário Invesco Active dos EUA ( PSR )
  • ETF de renda REIT de hipoteca VanEck ( MORT )
  • SPDR Dow Jones International Real Estate ETF ( RWX ) 
  • ETF iShares Global REIT ( REET )
  • Shares Cohen & Steers REIT ETF ( ICF )

Por que vale a pena investir em REITs? 

De acordo com a Investo, os REITs apresentam características interessantes e as vantagens são:

Diversificação do portfólio :

Essa é uma das estratégias que, inclusive, pode trazer resultados positivos no longo prazo. Afinal, ela permite diluir riscos da carteira e possibilitar melhores rentabilidades. Fazendo o investimento no mercado imobiliário dos Estados Unidos, é possível equilibrar a carteira, que ficará menos suscetível às oscilações do mercado brasileiro. 

Internacionalização da carteira

Outro ponto positivo está na possibilidade de internacionalizar seus investimentos em renda variável. O motivo para isso está no fato desses papéis estarem disponíveis para investidores no mercado norte-americano.  

É uma oportunidade para dolarizar a carteira, aproveitando eventuais altas da moeda dos EUA. 

Equilíbrio de riscos

Os REITs podem compor uma estratégia para o equilíbrio de riscos. Isso se dá porque a moeda norte-americana costuma ter uma relação inversa com a bolsa brasileira. Ou seja, quando a B3 está em baixa, é comum que o dólar aumente seu valor.  

Devido à correlação negativa, os REITs podem trazer uma maior segurança diante de crises. 

Pagamento de dividendos

Mais uma vantagem dos REITs, eles podem compor a estratégia de quem busca tornar seus investimentos uma fonte de renda passiva ou acelerar a acumulação de patrimônio, por exemplo. 

Pontos de alerta

É preciso ter atenção com alguns pontos dos REITs. O primeiro deles é o fato desse investimento estar na renda variável, em que não há garantias de retorno positivo. 

Além disso, para quem se interessa em investir diretamente nessas empresas, é preciso ter conta em uma corretora no país.  São burocracias que o investidor lidará, como taxas para transferência de capital. 

Já ouviu falar dos REITs? Para conhecer a categoria e acessar as principais recomendações veja tudo pelo Clube Acionista por aqui.

Publicidade

CONHEÇA A COBERTURA QUE VAI

AUMENTAR SEU DINHEIRO NOS INVESTIMENTOS

Agendas, Análises, Recomendações, Carteiras e muito mais!