Publicidade
Publicidade

4 dicas para quitar todas as dívidas e começar a organizar suas finanças pessoais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Mesmo com quantidade elevada de iniciantes na Bolsa de Valores (B3), ainda existe um número considerável de brasileiros endividados. Vale destacar que, antes mesmo de se tornar um investidor, é importante acertar todas as pendências.

No Brasil, existem cerca de 66,5% famílias com a necessidade de se livrar das pendências em vermelho. Sendo assim, esse índice alto está diretamente associado à falta de educação e planejamento financeiro.

Em resumo, os principais fatores que impulsionam o aumento de endividados são a crise econômica e política que o país enfrenta atualmente. Principalmente, as altas taxas de inflação, taxas de juros e aumento do desemprego

Para isso, selecionamos 4 dicas para você dar adeus ao vermelho antes de se tornar um investidor:

1 – Priorize as dívidas mais altas

Em primeiro lugar, para quitar as dívidas, é fundamental ordená-las, dando prioridade para aquelas que possuem taxas de juros mais elevadas em relação às outras. Com isso, analisando as prioridades de cada uma, seja por importância ou por conta do valor que elas carregam.

Sendo assim, os cheques especiais e cartões de crédito detém taxas de juros altas, que diferem de acordo com as instituições financeiras. Logo, mesmo que sejam pequenos valores, vale se livrar antes que cresçam.

2 – Análise de gastos

A propósito, mesmo com a preocupação de se livrar das dívidas, é importante utilizar esse momento para analisar e criar um planejamento financeiro. Portanto, vale identificar todos os gastos.

Desse modo, a pessoa deve reconhecer quais gastos são, efetivamente, necessários e aqueles que são dispensáveis e podem ser evitados. Logo, inicialmente, ela pode cortá-los.

Posto isso, uma boa sugestão é realizar pesquisas de mercado, dando ênfase apenas aos gastos totalmente essenciais. Isso, de fato, ajudará a reduzir os gastos e quitar as dívidas.

4 dicas para quitar todas as dívidas e começar a organizar suas finanças pessoais
Como se livrar das dívidas

3 – Troque dívidas altas por juros baixos

Em muitos casos, quitar as dívidas sozinho não é uma opção. Sendo assim, a pessoa deve pesquisar maneiras de obter linhas de crédito, ou também, negociar.

Portanto, uma boa forma de liquidar as dívidas de cartão de crédito, ou cheque especial, é substituí-las por empréstimos consignados.

Visto que, os empréstimos consignados possuem taxas de juros inferiores às tarifas das instituições financeiras com cartão de crédito e cheque especial.

4 – Pague tudo à vista, evite parcelas

Pode não ser uma tarefa fácil, porém, uma excelente escolha é pagar todas as contas à vista. Afinal, realizar pagamentos em infinitas parcelas passa a impressão ao consumidor de que o dinheiro não está saindo da conta. Contudo, na realidade, está sim.

Ou seja, todas essas parcelas comprometem o planejamento mensal, reduzindo o dinheiro para gastos essenciais. 

Dessa maneira, pagar à vista é uma boa alternativa para quem não quer gastar com itens desnecessários. Assim como, pagar suas compras com taxas de juros elevadas. 


OPORTUNIDADES EM UM SÓ LUGAR

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Card-chamada-Clube.png

Venha conhecer o Clube Acionista, a plataforma que reúne recomendações de mais de 60 especialistas de mercado em um só lugar. A facilidade de não precisar sair procurando por boa informação em diferentes canais. O cadastro é totalmente gratuito. Aproveite!

Você também pode acessar tudo sobre onde investir no Portal Acionista e gratuitamente pelo nosso canal do Telegram.

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

Matérias por 1Bilhão - Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Acionista consome. Acionista investe

Você como Acionista, consome da
empresa que investe?

Publicidade

Tire dúvidas sobre investimentos

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.