Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mulheres em Ação

Um propósito para todas nós

Data da publicação

Grazieli Binkowski é mãe do Miguel e do Yorkshire Lilo, casada com o Erik. Vive em Porto Alegre (RS), gosta de ler (quase de tudo), curte jazz, vinhos e é apaixonada pela cultura francesa. É Jornalista, formada pela PUCRS, com uma especialização em Gestão Estratégica pela UFRGS. Tem transitado pelo mercado financeiro desde a universidade, quando começou a colaborar com o Acionista.com.br. Também tem uma história longa com Organizações Não-Governamentais. Acredita que a profissão que escolheu não é só um ganha pão. E essa impressão tem ficado cada vez mais forte ao passar dos anos. E foi por isso que surgiu o Mulheres em Ação.

Data da publicação

Hoje abro a semana do Mulheres em Ação com uma boa notícia seguida de muitas reflexões: somamos mais uma parceria que, nos próximos meses, nos brindará com um artigo mensal. É o Grupo Mulheres do Brasil, através de um dos seus 22 comitês, o Comitê 80 em 8. A organização nasceu em 2013, com um objetivo em comum entre mulheres, construir um Brasil melhor a partir do protagonismo feminino. Hoje, integra mais de 80 mil mulheres no Brasil e no exterior.

Abaixo, Janaína Lima e Danielle SV, líderes do Comitê 80 em 8, contextualizam esse trabalho.

O que move o mundo nos dias de hoje, sem dúvida, é a evolução constante e a perspectiva, a ansiedade, a dúvida de qual será a inovação que está por vir e que irá facilitar e agilizar o nosso “modus vivendi”.

Publicidade

Estamos no século XXI e a velocidade que a mudança acontece contribui para essa evolução, mas também assusta e deixa muitos de nós para trás. E imaginar que ainda hoje é preciso falar sobre temas que jamais pensaríamos ser necessários, nos faz perceber que vivemos sim em um ‘mundo novo com um cérebro ancestral’.

O nome do Comitê 80 em 8 do Grupo Mulheres do Brasil surgiu diante de um dado alarmante divulgado pelo Fórum Econômico Mundial de 2013, onde o relatório global de equidade de gênero mostrava que a igualdade profissional entre homens e mulheres levaria 80 anos para acontecer, enquanto mulheres levariam 80 anos, os homens conquistaram em 8 anos.

No entanto, com o forte impacto da pandemia de coronavírus sobre a população feminina, houve um retrocesso e uma lacuna maior entre gêneros, serão necessários agora 135,6 anos, contra 99,5 anos no último levantamento.

A boa notícia é que a proporção de mulheres entre profissionais qualificados continua a aumentar e há progresso em direção à igualdade salarial, embora em ritmo mais lento. Por outro lado, as disparidades gerais de renda ainda estão a meio caminho de serem superadas e persiste a ausência de mulheres em cargos de liderança: elas são só 27% de todos os cargos de chefia.*

“Trazer reflexões conscientes e abordar temas que elucidem a potência das mulheres para o autoconhecimento e o autodesenvolvimento, são fatores importantíssimos para o enfrentamento dos desafios diários”, defende Janaína Lima.

Se hoje as mulheres são qualificadas profissionalmente, possuem habilidades natas que agregam e complementam competências dentro de uma organização, quais os motivos para não estarem em cargos de direção, liderança e em postos de decisão?

O Comitê 80 em 8 do Grupo Mulheres do Brasil tem como propósito atuar para reduzir essas desigualdades entre homens e mulheres no mundo corporativo. Nosso plano de ação visa a aumentar a participação das mulheres nos altos cargos de direção das empresas, incluindo seus Conselhos de Administração, para que as mulheres participem da tomada de decisões estratégicas e possam colaborar com a sua visão sobre investimentos e negócios.

“Para que as mudanças desejadas em prol de inclusão e diversidade aconteçam no mundo é necessário envolvimento e comprometimento de todos nós enquanto sociedade”, reflete Danielle SV.

Janaína Lima  é Gestora de Marketing, Neurocoach pessoal e Liderança organizacional e Líder do Comitê 80 em 8. Mais informações em @janalimaoficial / https://bit.ly/movamente

Publicidade

Danielle SV mantém há 10 anos um blog. É Administradora, líder de pessoas e Gestora de processos e Líder do Comitê 80 em 8. Mais informações em daniellesv.com.br.

*O Parágrafo é um trecho de matéria publicada na Folha de São Paulo no dia 31 de março de 2021.

Autor

Grazieli Binkowski é mãe do Miguel e do Yorkshire Lilo, casada com o Erik. Vive em Porto Alegre (RS), gosta de ler (quase de tudo), curte jazz, vinhos e é apaixonada pela cultura francesa. É Jornalista, formada pela PUCRS, com uma especialização em Gestão Estratégica pela UFRGS. Tem transitado pelo mercado financeiro desde a universidade, quando começou a colaborar com o Acionista.com.br. Também tem uma história longa com Organizações Não-Governamentais. Acredita que a profissão que escolheu não é só um ganha pão. E essa impressão tem ficado cada vez mais forte ao passar dos anos. E foi por isso que surgiu o Mulheres em Ação.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Newsletter Mulheres em Ação

Cadastre-se e receba semanalmente as novidades da página e dicas de conteúdos exclusivos.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.