Serviços crescem em 21 das 27 unidades da federação em junho ante maio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

O volume de serviços prestados cresceu em 21 das 27 Unidades da Federação em junho ante maio, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na média global, os serviços avançaram 5,0%.

São Paulo teve expansão semelhante, de 5,1% em junho, após a queda de 19,5% acumulada entre fevereiro e maio.

Outras contribuições positivas relevantes para o setor em junho ante maio foram do Rio de Janeiro (3,6%), Minas Gerais (4,7%), Rio Grande do Sul (6,6%) e Distrito Federal (6,6%).

Na direção oposta, houve perdas significativas no Mato Grosso (-3,2%), Paraná (-1,0%) e Espírito Santo (-3,2%).

Na comparação com junho de 2019, o volume de serviços prestados no País caiu 12,1%, com quedas em 26 das 27 unidades da federação.

A principal influência negativa foi de São Paulo (-10,8%), seguido por Rio de Janeiro (-10,6%), Minas Gerais (-11,5%), Paraná (-15,2%), Rio Grande do Sul (-17,2%) e Bahia (-23,1%).

O único avanço ocorreu em Rondônia (1,3%), impulsionado pelas atividades correlatas ao agronegócio, como a gestão de portos e terminais e o transporte rodoviário de cargas.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos