Preço da gasolina em refinaria da Petrobras tem menor valor desde outubro de 2011

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A Petrobras informou que, com a redução de 15% do preço nesta quarta-feira, o preço médio da gasolina na refinaria passará a ser R$ 1,14 por litro, o menor preço desde 31 de outubro de 2011. No acumulado do ano, a redução do preço da gasolina é de 40,5%.

“A Petrobras espera que este movimento nos preços se reflita, no curto prazo, na redução do preço final cobrado ao consumidor”, disse a estatal em nota.

Na terça-feira, 24, o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) mostrou que apesar da queda significativa nas refinarias, o repasse para os preços nos postos de abastecimento é limitado.

Até a semana passada, o preço da gasolina no varejo tinha caído apenas 1,12%, voltando aos níveis praticados em setembro de 2019, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A média do preço da gasolina de 15 a 21 de março nos postos era de R$ 4,486 o litro, sendo o maior preço registrado na região Sudeste (R$ 5,889/litro) e o menor na região Norte (R$ 3,620/litro).

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também