Pico de safra garante mais bônus do PGPAF para castanha de caju e laranja

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Os bônus a serem pagos aos agricultores que utilizam financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) já saíram e justificam maior valor para produtos no pico da safra como a castanha-de-caju de Pernambuco e do Piauí, a laranja do Pará e a cana-de-açúcar do Espírito Santo.

A portaria com a relação dos produtos foi publicada no Diário Oficial da União, com validade a partir de 10 de setembro até 9 de outubro. O bônus é do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) e o cálculo do prêmio é feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),  com base no valor médio de mercado.

No caso da castanha-de-caju dos dois estados nordestinos, a grande quantidade produzida derrubou os preços de mercado, que está saindo por R$ 2,28 para o primeiro e R$ 2,67 o quilo, no segundo, com uma correção para R$ 3,98/kg e garantia de bônus de 42,71%  e 32,91%,  respectivamente. A laranja paraense, com um preço médio de mercado de R$ 14,79/40,8 kg, justificou o bônus de 4,76% devido o período de safra. Da mesma forma, a cana-de-açúcar capixaba foi mantida  na lista contemplada pelos bônus do PGPAF neste mês, influenciada pelo pico da safra canavieira na região Centro-Sul.

Outra beneficiada é a raiz de mandioca que teve aumento da oferta  em virtude das condições climáticas favoráveis e do menor volume das vendas de farinha para os estados da região Norte. Em Alagoas, por exemplo, o preço da tonelada da raiz foi corrigido de R$ 180 para R$ 266,03, justificando um bônus de 32,34%, assim como na Bahia que vai receber 22,19%.

A lista com os produtos que são comercializados com os preços abaixo da média de mercado e com direito ao prêmio ofertado pelo programa é renovada a cada mês. O benefício do PGPAF é utilizado pelo agricultor como desconto nas parcelas de financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Clique aqui para saber detalhes e acesse a lista completa na portaria publicada no Diário Oficial.

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Imprensa
(61) 3312-6338/6344/6393/2256/6364/6389
[email protected]

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos