Publicidade

Perspectiva de boa safra impulsiona fundos de investimentos agro?

Tempo de leitura: ‍

Imagens Canva

Comecemos com as notícias boas, contando que as exportações de soja superam 92 milhões de toneladas no acumulado do ano até outubro, 18% acima do total embarcado em todo o ano de 2022. Conforme a Conab, há expectativa de redução da produção de milho, especialmente na segunda safra, e aumento da produção de soja. Entretanto, vale salientar que o plantio da soja está em atraso para a safra do ano que vem em vista das condições climáticas, ou seca como no caso do Centro-oeste e das chuvas em excesso na região Sul.

Sobre os investimentos, é importante ainda ressaltar que o agro é contracíclico, e, portanto, investir em fundo pode ser um porto seguro para a volatilidade dos outros mercados. Com capacidade de superar o CDI, isenção de imposto de renda e qualidade de crédito, o FIAGRO possui potencial para ser uma das principais estratégias de um investidor de sucesso.

Como está o cenário agro

A Conab projetou menor área de plantio para o milho, em função especialmente da drástica queda na cotação da commodity e seus efeitos sobre as decisões de investimento dos produtores. Para a soja, perspectiva de novo recorde no ciclo 2023/24. O USDA, por sua vez, anunciou maior produtividade para milho e soja nos EUA, bem como estoques finais maiores para ambas as commodities no país. 

Se você investe em Fiagro, saber quais os fundos recomendados no momento é uma boa. Saiba quais na área das recomendações do Clube Acionista. VEJA POR AQUI

Publicidade
Cátia Chagas

Cátia Chagas

Editora de Conteúdo do Portal Acionista e Clube; gestora do espaço Mulheres em Ação; atuando também em Jornalismo de Produto (certificada pelo Knight Center for Journalism in the Americas). Jornalista graduada pela Famecos/PUCRS; pós-graduada em Comunicação Política pela UNISC; MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Sociais na Universidade Estácio de Sá; pós-graduada em Gestão e Governança Corporativa aplicada a práticas ESG. Atuou como repórter em portais como G1RS e GZH e como Editora no Grupo Sinos.
Cátia Chagas

Cátia Chagas

Editora de Conteúdo do Portal Acionista e Clube; gestora do espaço Mulheres em Ação; atuando também em Jornalismo de Produto (certificada pelo Knight Center for Journalism in the Americas). Jornalista graduada pela Famecos/PUCRS; pós-graduada em Comunicação Política pela UNISC; MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Sociais na Universidade Estácio de Sá; pós-graduada em Gestão e Governança Corporativa aplicada a práticas ESG. Atuou como repórter em portais como G1RS e GZH e como Editora no Grupo Sinos.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Mais destaques

Acordo: Petrobras pagará à ANP R$ 830 milhões em royalties e PE atrasados

A Justiça do Rio de Janeiro homologou o acordo entre a Petrobras e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para encerrar um processo judicial que envolve o recálculo do valor a ser pago a título de participações governamentais – royalties e participação especial (PE) – pela

PIB do 4T23 no Brasil mantém estabilidade

O indicador econômico manteve estabilidade na comparação trimestral e registrou um crescimento de 2,9% no acumulado do ano A situação do Ibovespa foi afetada pela interferência governamental na indicação do próximo presidente da Vale, juntamente com as declarações do CEO da Petrobras sobre mudanças nos dividendos. Esses fatores resultaram em

PIB do 4T23 no Brasil mantém estabilidade

O indicador econômico manteve estabilidade na comparação trimestral e registrou um crescimento de 2,9% no acumulado do ano A situação do Ibovespa foi afetada pela interferência governamental na indicação do próximo presidente da Vale, juntamente com as declarações do CEO da Petrobras sobre mudanças nos dividendos. Esses fatores resultaram em

Mais lidas

ESPERE! Antes de sair...

Aproveite a oportunidade que não pode ser deixada para depois.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.