Mulheres em Ação

Para ser livre, você precisa de um plano

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Antes de começar a praticar corrida de rua, eu era incapaz de pensar em planos de longo prazo. Perdi shows incríveis, peças de teatro e outros eventos porque os ingressos deveriam ser comprados com meses de antecedência. Meu estômago se contorcia só de imaginar que, no dia específico, eu poderia ter algo mais interessante – e me esquivava de compromissos desse tipo. Só me imaginava presa dessa forma em agendamentos profissionais. Com tantos anos dedicados à área financeira, os comprometimentos com prazos inadiáveis era uma constante e eu buscava equilibrar essa rigidez deixando os compromissos pessoais mais leves.

Aos quarenta anos, descobri a corrida de rua. Ali eu tinha o vento no rosto, o descompromisso de vagar pelas ruas de cidades por todo o mundo. Uma liberdade que eu ansiava. Encontrei na corrida também uma ferramenta que testava meus limites. Saía da minha zona de conforto física e emocional. A cada melhora de performance, eu queria mais. E isso me levou para as maratonas e outras provas de longa distância. Foi quando eu descobri que para ser livre você também precisa de um plano.

Correr uma maratona é um compromisso de quase um ano, entre a escolha da prova, o processo de inscrição, o treinamento e o grande dia. Lembro que para me inscrever na primeira maratona liguei e desliguei o computador várias vezes e só efetivei o pagamento após alguns dias de muita hesitação. Pronto! Eu tinha uma meta ou, para alguns, um propósito. Tão longe dos meus olhos que parecia ser mais fácil alcançar o infinito.

Foi assim que mergulhei em um longo e complexo túnel de aprendizado. Claro que já trazia a bagagem profissional dos planejamentos, mas nada do que se sucedeu naquelas semanas poderia ser comparado aos budgets, forecasts e tudo mais com que eu estava acostumada. A máquina central era o meu corpo e a minha mente. Ela deveria ser alimentada com os recursos muitas vezes intangíveis que me levariam a cruzar o então sonhado Portão de Brandenburgo.

Toda semana, eu reunia os resultados do período anterior e me preparava para uma nova etapa de superações. Sabia que existia um final, mas vivia até o limite das luzes que meu farol interior conseguia me mostrar, sem me esquecer de onde queria chegar. Sim, como se estivesse guiando um carro em um túnel longo e muito escuro.  

Corri sete maratonas e, mesmo com toda a experiência, essa sensação nunca mudou. Mas eu mudei. Como se cada uma delas fosse um novo e desconhecido túnel e a máquina que eu carregava fosse mais forte. Foi me aventurando pelas incertezas que vivi as mais incríveis oportunidades de crescimento.

Assim me vi em 2020. Desejos infinitos no Reveillon, mas veio março… Fui colocada em um túnel escuro, dos mais longos e intermináveis. Como na maratona, acendi meus faróis e segui planejando até onde eles iluminavam. Às vezes mais potentes, mas, em alguns dias, mais cansados, quase queimados. Passou rápido e aqui está o novo túnel.

Bem-vindo 2021! Que tenhamos faróis fortes para nos iluminar por mais essa jornada.

Sara Velloso

  

Founder member do W-CFO Brasil. É administradora de empresas, maratonista, escritora e palestrante. Sara começou a correr após os 40 anos e descobriu nesta atividade o catalisador para um processo de planejamento e inteligência emocional que a levou a escrever o livro “Seis Corridas”, (atualmente entre os mais vendidos da Amazon na categoria motivacional) e também a estruturar paralelos entre planejamentos estratégicos corporativos e as etapas de preparação para correr maratonas.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Newsletter Mulheres em Ação

Cadastre-se e receba semanalmente as novidades da página e dicas de conteúdos exclusivos.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Destaque da Bolsa

Mulheres em Ação

Se inscreva para ser notificado quando um novo post for publicado.

Além de diversos conteúdos do mercado financeiro em um lugar para você ler, comparar e decidir.