Publicidade

Não se iluda: Cortes de juros podem estar em risco

Tempo de leitura: ‍

Imagem: Divulgação Broto

Conforme os dados econômicos são apresentados, os investidores tendem a ajustar seus investimentos segundo suas estimativas futuras. Atualmente, o cenário de cortes de juros local (via Selic) e monetário internacional (principalmente com base no EUA) estima possibilidades na versão mais otimista.

Acompanhando os diversos relatórios do Clube Acionista, noto que os analistas e gestores sinalizam que a Selic pode alcançar o patamar de um digito. Em linha com o boletim Focus que estima 9% para o final de 2024. Assim como, o início de cortes do FED, nos EUA, em maio com aproximadamente cinco cortes até o final do ano.

No entanto, ao longo da última semana através das falas dos dirigentes dos bancos centrais, bem como a apresentação de alguns dados econômicos, alertam que este futuro ainda não está confirmado. Assim, testando esse tom mais otimista dos investidores e provocando forte volatilidade nas Bolsas de Valores.

Como por exemplo, o IPCA de janeiro e o payroll, dados de emprego dos EUA, que passaram a reduzir a possibilidade de cortes mais acelerados dos juros. Esse cenário negativo também impactou no aumento das taxas dos DIs futuros e nas taxas dos títulos públicos de longo prazo.

Dessa forma, os cortes da Selic ao patamar de um dígito ainda não se pode dar como uma certeza. Sob o mesmo ponto de vista, a revisão dos recentes dados de inflação dos EUA (com o CPI) também não garante que o afrouxamento monetário ocorra em maio. Dessa forma, a volatilidade dos mercados está contratada, tanto na renda fixa como nos investimentos em ações de empresas brasileiras.

Oportunidade diante dos cortes de juros

Em linha com um cenário de incertezas, o recomendado ao investidor é aplicar em ativos menos voláteis e diversificar a carteira com investimentos em renda fixa para reduzir o risco. No Clube Acionista é possível encontrar diversas análises e o consenso do mercado para saber onde investir neste momento.

Os resultados corporativos do 4T23 têm mantido o mercado acionário americano em um tom positivo. Já aqui no Brasil a temporada recém inicia e o consenso está otimista para as divulgações em geral. Mesmo assim, a volatilidade das bolsas neste período contempla esse ingrediente extra individual de cada empresa. Cabe a cada investidor usar o período da melhor forma possível.

Monitorar de perto os mercados e as análises dos resultados trimestrais pelo Clube Acionista é um meio fundamental para qualificar a carteira e encontrar boas oportunidades. Ou seja, avaliando empresas que apresentem resultados sólidos, se beneficiam dos cortes de juros e com perspectivas de crescimento no futuro.

Elementos chave na tomada de decisões de investimento e na melhor forma de buscar rentabilidade. Conheça o plano Raio X Empresas e comece a agora!!

    Publicidade
    Gustavo Guerses

    Gustavo Guerses

    Especialista em Investimentos e Gestão CEA; CFG e CGA pela Anbima, Corretor de Capitalização Seguros e Previdência pela ENS, Promotor de Crédito e Correspondente no País pela ANEPS e Conselheiro do Portal Acionista. Buscando melhorar os seus investimentos? Contato WhatsApp.
    Wealth Manager CEA CEA
    Gustavo Guerses

    Gustavo Guerses

    Especialista em Investimentos e Gestão CEA; CFG e CGA pela Anbima, Corretor de Capitalização Seguros e Previdência pela ENS, Promotor de Crédito e Correspondente no País pela ANEPS e Conselheiro do Portal Acionista. Buscando melhorar os seus investimentos? Contato WhatsApp.
    Wealth Manager CEA CEA

    Advertência

    Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
    Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

    Mais destaques

    Acordo: Petrobras pagará à ANP R$ 830 milhões em royalties e PE atrasados

    A Justiça do Rio de Janeiro homologou o acordo entre a Petrobras e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para encerrar um processo judicial que envolve o recálculo do valor a ser pago a título de participações governamentais – royalties e participação especial (PE) – pela

    PIB do 4T23 no Brasil mantém estabilidade

    O indicador econômico manteve estabilidade na comparação trimestral e registrou um crescimento de 2,9% no acumulado do ano A situação do Ibovespa foi afetada pela interferência governamental na indicação do próximo presidente da Vale, juntamente com as declarações do CEO da Petrobras sobre mudanças nos dividendos. Esses fatores resultaram em

    PIB do 4T23 no Brasil mantém estabilidade

    O indicador econômico manteve estabilidade na comparação trimestral e registrou um crescimento de 2,9% no acumulado do ano A situação do Ibovespa foi afetada pela interferência governamental na indicação do próximo presidente da Vale, juntamente com as declarações do CEO da Petrobras sobre mudanças nos dividendos. Esses fatores resultaram em

    Mais lidas

    ESPERE! Antes de sair...

    Aproveite a oportunidade que não pode ser deixada para depois.

    Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.