Conforme o relatório da Ativa, em fato relevante, a Petrobras (PETR4) comunicou o final do mandato de seu atual CEO Jean Paul Prates e a indicação de Magda Chambriard. Em carta a colegas, Prates apontou que a sua saída foi comunicada pelo presidente da república e ministros e que torceria pela manutenção de seus pares.

“Ainda é cedo para cravarmos o que acontecerá com a empresa e por enquanto, manteremos nossa recomendação neutra com preço-alvo à R$ 44. Mas vemos Petrobras caminhar novamente rumo à uma perigosa zona cinzenta. Em 70 anos de história, Chambriard será a 43ª presidente da empresa. Ou seja, a média de permanência de um líder a sua frente é de cerca de um ano e meio. Mudanças repentinas como essa apontam que ser sócio da empresa é ser sócio do governo. O que muitas vezes, traz uma dose maior de risco aos acionistas sem a devida compensação financeira”. apontaram os analistas da Ativa.

Conheça a assinatura com as coberturas do Acionista que vão te ajudar a montar uma potente carteira de renda variável e acelerar seus rendimentos. 

Publicidade

Clube Acionista

A maior cobertura para impulsionar sua carteira de investimentos

Agendas

Saiba quando as empresas vão pagar antes de investir.

Análises

Veja análises dos bancos e corretoras em um só lugar.

Carteiras

Replique carteiras dos bancos e corretoras para investir com segurança.

Recomendações

Descubra a média de recomendações de empresas e fundos.

Clube Acionista

A maior cobertura para impulsionar sua carteira de investimentos

Agendas

Análises

Carteiras

Recomendações

Comece agora mesmo seu teste grátis