Executivo elabora dez super dicas para acelerar suas finanças pessoais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Como usar o consórcio para poupar dinheiro?

Cada vez mais a educação financeira é uma realidade na vida do brasileiro, boa parte alavancada por páginas da internet e canais do youtube. Esse movimento tem mostrado a importância das finanças pessoais para assegurar uma melhor qualidade de vida.

Pensando nisso, o fundador e CEO da Plano, Ricardo Hiraki, elencou dez dicas super importante para quem quer cuidar melhor do salário, renda e qualquer recurso financeiro que pingar na conta.

De acordo com ele, não existe momento certo para organizar suas despesas mesmo que alguns eventos da sua vida financeira tenham relação com o calendário.

Controlar as finanças, criar estratégias para cada cenário, utilizar boas práticas e ter disciplina são características primordiais para quem busca ter uma vida financeira saudável.

Como normalmente os primeiros meses do ano movimentam mais o bolso dos consumidores por juntar gastos como IPTU, IPVA, matrícula e material escolar, faturas de cartões de crédito, entre outros custos, Hiraki preparou um guia prático com 10 dicas de como acelerar e organizar suas finanças pessoais, seja para quitar dívidas, se organizar, investir, ou poupar para situações futuras.

Executivo elabora dez super dicas para acelerar suas finanças pessoais

Finanças Pessoas

  • 1 – Faça seu planejamento financeiro pessoal

Não precisa ser algo complexo, o importante é você ter previsão dos meses futuros do seu orçamento e que, com antecedência, consiga mover atividades para mirar no mais saudável.

  • 2 – Acompanhe com metas seu realizado

Uma vez que sabe o que está previsto em seu orçamento e percebe que tem possibilidades de torná-lo mais saudável, passe a acompanhar de perto o que está acontecendo de fato. Especialmente na parte de consumos (mercado, combustível, restaurantes, etc.) reforce a atenção, é aqui que acontece a tentação.

  • 3 – Tem dívidas? Renegocie ou troque elas

Trocar taxas de juros mais altas por menores, em qualquer dívida, é simplesmente salvar um dinheiro que pode ter outras funções. Se no seu planejamento o orçamento tem desequilíbrio, então pense em parcelas que são viáveis para seus meses futuros.

  • 4 – Faça uma limpeza cíclica

Sabe aquelas despesas fixas que estão esquecidas? Faça uma limpeza cíclica nelas todo começo de ano, semestre, etc. O importante é correr atrás daquele pacote de TV desatualizado, encerrar assinaturas sem usos, pedir o cancelamento daquele cartão de crédito sem uso e que tem anuidade, por exemplo. Pode parecer pouco, mas esses valores pagarão muitas pizzas ao longo do ano.

  • 5 – Simplifique!

Um dos grandes desafios em finanças pessoais é ter disciplina. Então, o mais fácil para manter a rotina é ter um orçamento simplificado. Quero dizer, evite compras parceladas, evite dívidas desnecessárias, etc. Quanto menos tiver, menos tempo precisará para administrar.

  • 6 – Tenha uma reserva o quanto antes

Surpresas acontecem, mas com uma reserva de emergência você terá como financiar a situação sem as altas taxas de juros de empréstimos. Além disso, uma reserva gera uma maior segurança em momentos em que você precisa correr maiores riscos, como por exemplo no momento que está buscando novos empregos.

  • 7 – Compartilhe o assunto com a família e amigos

Finanças pessoais não pode ser tratado como tabu. Faça com que sua família participe do orçamento, mesmo as crianças. Irá aliviar as atividades e todos remarão para as mesmas metas. Troque ideias com os amigos sobre. O aprendizado mútuo irá ajudar a todos.

  • 8 – Aprenda sobre investimentos

Para quem está começando é desafiador e confuso, mas aprender sobre investimentos fará muita diferença nos resultados futuros das suas aplicações. Entenda que os juros compostos são mágicos, especialmente no longo prazo.

  • 9 – Crie o hábito de salvar

A rotina de salvar dinheiro fará com que tenha o hábito; e produzirá uma prazerosa sensação de segurança.

  • 10 – Se conheça!

O mercado do consumo sabe muitos gatilhos psicológicos para nos fazer consumir e, em grande parte das vezes, são consumos desnecessários. Saber o que é importante de verdade para você ajudará na resposta se vale ou não a pena comprar aquele celular de última geração.

  • Só clique aqui se já for investidor
  • https://www.youtube.com/embed/GajJ1NaLoBc?enablejsapi=1&autoplay=0&cc_load_policy=0&iv_load_policy=1&loop=0&modestbranding=0&fs=1&playsinline=0&controls=1&color=red&cc_lang_pref=&rel=1&autohide=2&theme=dark&

Como podemos ajudar você?

Conheça o Clube Acionista, onde diversos relatórios você encontra em um só lugar.

Em nosso canal do Telegram você receberá as principais notícias que movimentam o mercado.

Na área O que comprar você acompanha diversas sugestões e atualizações.

Em nossas Assinaturas você pode conferir diversas recomendações, análises e conteúdos exclusivos.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

1Bilhão Educação Financeira - Gueratto

Matérias por 1Bilhão - Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.