Braskem (BRKM5) – Forte crescimento das vendas no 1T21

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A empresa divulgou pela primeira vez seu Relatório de Produção e Vendas mostrando no 1T21 um forte aumento nas vendas no mercado brasileiro, nos Estados Unidos e na Europa, comparado ao 1T20.

Estes dados são uma indicação positiva para o resultado da Braskem no 1T21, que será divulgado no dia 5 de maio (próxima quarta-feira) após o pregão. Além de maiores vendas, o resultado do trimestre será impulsionado pelos expressivos aumentos nos preços das resinas petroquímicas.

No Brasil, a produção de eteno (produto básico da empresa) cresceu 1,1% no 1T21, sempre comparando ao mesmo trimestre de 2020. A maior produção levou a um aumento de utilização dos crackers no país em 2 pontos percentuais para 82%.

A produção de polipropileno (PP) nos Estados Unidos cresceu 4,1%, com a ajuda da nova planta da região. A taxa de operação nos EUA caiu 18 pp, com uma a nova fábrica e a tempestade de inverno na costa do Golfo do México. Na Europa, a normalização da demanda e a recomposição de estoques na região levaram a um aumento de 5,3%, com ganho de 5pp na utilização das plantas.

As restrições ao fornecimento de gás em janeiro e fevereiro/2021 levaram a perdas na produção de polietileno (PE) no México. A assinatura do novo contrato de fornecimento permitiu a regularização da produção em março. Com isso, houve queda de 32,9% no volume produzido.

A maior demanda no Brasil permitiu um aumento de 7,9% nas vendas das Resinas e de 17,2% nos outros produtos. A prioridade no atendimento ao mercado brasileiro levou à queda de 40,7% nas exportações de Resinas.

Nos Estados Unidos, as vendas de PP cresceram 7,2%, em função da maior capacidade de produção na região. As vendas na Europa tiveram aumento de 13,0% com a regularização daquele mercado.

As vendas no México no 1T21 apresentaram queda de 36,8%, por conta da menor disponibilidade de produto.

Em 2021, BRKM5 subiu 122,7%, mas o Ibovespa teve uma queda de 0,1%. A cotação desta ação no último pregão (R$ 52,50) estava 9,1% abaixo da máxima alcançada em doze meses e 170,5% acima da mínima deste período.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

Planner

Planner

A Planner tem o compromisso de transformar oportunidades do mercado financeiro em resultados que adicionam valor ao patrimônio de pessoas e empresas. Conheça mais sobre os conteúdos da corretora em www.planner.com.br/conteudo/educacional

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.