COPEL (CPLE6) – Conselho autoriza a publicação do Edital do Leilão de Desinvestimento da Copel Telecomunicações

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

O Conselho de Administração da Copel autorizou a publicação do Edital do Leilão de Desinvestimento da Copel Telecomunicações S.A (“Copel Telecom”), prevista preliminarmente para 21 de setembro de 2020.

• O preço mínimo do Desinvestimento será de R$ 1,40 bilhão para o Equity Value;

• O Leilão está pré-agendado para ocorrer 49 dias após a publicação do Edital, ou seja, no dia 09 de novembro de 2020 na B3;

• O prazo de entrega dos documentos de representação, das declarações e da garantia de proposta será até 05 de novembro de 2020, cinco dias antes do Leilão.

Vemos como positivo. Mais um passo em direção da alienação de 100% das ações da Copel Telecom. Este ano a ação CPLE6 registra queda de 5,4% para uma cotação de R$ 65,33/ação, correspondente a um valor de mercado de R$ 17,9 bilhões. O Preço Justo de R$ 67,00/ação traz um potencial de alta de 2,6%.

GUIDE INVESTIMENTOS: COPEL (CPLE6) divulgou últimas informações sobre a venda da subsidiária de telecom

A estatal paranaense está esperando forte competição no processo de venda de sua subsidiária de telecom, a chamada Copel Telecom.

A companhia atua no segmento de oferta de fibra ótica no Paraná.

Para Daniel Slaviero, presidente da estatal, a qualidade do ativo, a segurança jurídica do processo e o momento de liquidez no mercado devem garantir um bom ágio sobre o preço mínimo definido em R$ 1,4 bilhão.

A venda incluirá seus contratos mas não seus funcionários, garantindo aos compradores de que não haverá passivos.

Para o presidente da Copel Telecom, Wendell Oliveira, o processo tem atraído o interesse de fundos de private equity, fundos de infraestrutura e operadores estratégicos. Ao todo, são mais de dez grupos habilitados a acessar o “data room” da venda; e a expectativa é de que chegue a mais de 20 “com tranquilidade”, segundo o executivo.

Impacto: Positivo. Com grande expectativa de demanda para a venda do braço de telecom da Copel, a empresa conseguirá focar em seu negócio principal, de energia elétrica, e irá conseguir aumentar a robustez de seu caixa.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Especial Resultados 3T20 já disponível

Confira os relatórios e comentários sobre o desempenho das empresas neste trimestre.

Garanta acesso a todos os conteúdos sobre os Resultados Trimestrais!

UTILIZE O CUPOM:

3T20