Com pouco progresso rumo à meta de inflação de 2%, os membros do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) discutiram a possibilidade de endurecer a política monetária, com possibilidade de voltar a elevar a taxa de juros no país. 

Em última decisão, entre os dias 30 de abril e 1º de maio, o Fed manteve a taxa fed funds no intervalo de 5,25 a 5,50% ao ano.

Na ata do FOMC (comitê de mercado aberto do Fed) desta quarta-feira (22), a autarquia ressaltou que, até que haja percepção e confiança de que a inflação está caindo, não é apropriado reduzir a taxa de juros. 

Os dirigentes “observaram sua incerteza sobre a persistência da inflação e concordaram que os dados recentes não aumentaram sua confiança de que a inflação estava se movendo de forma sustentável em direção a 2%”.

Nas discussões sobre política monetária para esta reunião, os membros concordaram que a atividade econômica continuou a expandir a um ritmo sólido. Os ganhos de emprego permaneceram fortes e a taxa de desemprego permaneceu baixa.

Publicidade

Clube Acionista

A maior cobertura para impulsionar sua carteira de investimentos

Agendas

Saiba quando as empresas vão pagar antes de investir.

Análises

Veja análises dos bancos e corretoras em um só lugar.

Carteiras

Replique carteiras dos bancos e corretoras para investir com segurança.

Recomendações

Descubra a média de recomendações de empresas e fundos.

Clube Acionista

A maior cobertura para impulsionar sua carteira de investimentos

Agendas

Análises

Carteiras

Recomendações

Comece agora mesmo seu teste grátis