Publicidade
Publicidade
Publicidade

Visa (VISA34) aceita Bitcoin como forma de pagamento; saiba como vai funcionar

Data da publicação

Matérias por 1Bilhão – Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Data da publicação

Visa passa a aceitar criptomoeda como pagamento

A Visa (VISA34) anunciou que vai passar a aceitar Bitcoin (BTC) e criptomoedas como forma de pagamento. Além disso, a empresa, que é uma das mais famosas na área de cartões e pagamentos, deu detalhes de como vai implementar a novidade.

De acordo com a companhia, o objetivo da mudança é aumentar seus produtos com criptoativos. Contudo, vale lembrar que já existem os cartões pré-pagos da Visa que podem ser “carregados” com criptomoedas.

Além disso, a decisão da empresa pode significar uma aceitação da indústria financeira, que vem crescendo nos últimos anos, em relação ao dinheiro criptografado.

Visa e o futuro

De acordo com Eduardo Abreu, vice-presidente de novos negócios da Visa, o uso de criptomoedas como pagamento cria uma espécie de ponte que facilita investimentos nesses ativos, assim como produtos vinculados. Isso também é válido para fundos e ETFs dentro de uma mesma plataforma.

Em suma, já existem serviços disponíveis da empresa que propõe a integração de produtos bancários tradicionais com criptomoedas. Além disso, a companhia também possui um sistema de cashback com criptomoedas.

“O brasileiro já tem a cultura de receber pontos do cartão, milhas, descontos, etc. Por que não receber criptomoedas com o cartão de crédito também?”, afirmou Abreu.

Como deve funcionar?

A empresa pretende trabalhar com algumas empresas ou corretoras de criptomoedas, também conhecidas como exchanges, para inaugurar um cartão atrelado a conta com ativos.

“O passo decisivo para uma adoção mais ampla dos ativos digitais passa pela integração dos serviços bancários tradicionais ao ecossistema das criptomoedas. É necessário que os clientes possam movimentar as suas reservas em criptoativos através de suas contas correntes.”, disse o vice-presidente.

Visa (VISA34) aceitará Bitcoin como forma de pagamento
Ilustração criptomoedas e Visa

Alta do Bitcoin

Ao fim do mês de agosto, o mercado acompanhou a criptomoeda mais famosa do mundo, o Bitcoin (BTC), voltar aos US$ 50 mil, preço que se sustenta até hoje. Dessa forma, o ativo apresentou sua maior cotação desde de maio deste ano.

A alta é extremamente importante, pois a criptomoeda vinha passando por um longo período de queda, algo que assustou seus investidores.

A princípio, o maior aumento do Bitcoin foi em abril desde ano, quando a cripto conseguiu alcançar o valor de US$ 64 mil. Mesmo assim, logo em seguida, ela despencou e chegou ao seu menor preço em 2021, cerca de US$ 30 mil.


OPORTUNIDADES EM UM SÓ LUGAR

Venha conhecer o Clube Acionista, a plataforma que reúne recomendações de mais de 60 especialistas de mercado em um só lugar. A facilidade de não precisar sair procurando por boa informação em diferentes canais. O cadastro é totalmente gratuito. Aproveite!

Você também pode acessar tudo sobre onde investir no Portal Acionista e gratuitamente pelo nosso canal do Telegram.


Autor

Matérias por 1Bilhão – Educação Financeira; Fabrizio Gueratto; e Gueratto Press.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.