Publicidade

Vamos (VAMO3): hora de comprar antes do 2T24?

Uma oportunidade que você, investidor, precisa considerar: as ações da Vamos (VAMO3) dispararam em reação ao balanço financeiro referente ao 1T24, mas e agora? Para o BTG Pactual, os resultados foram positivos e refletem uma sólida performance em sua divisão de aluguel e melhorias progressivas nas concessionárias da empresa. 

A receita líquida da Vamos atingiu R$ 1,7 bilhão, aumento de 3% em relação ao mesmo período do ano anterior, em linha com o mercado. No Ebitda a empresa alcançou R$ 820 milhões, aumento de 24% em relação ao ano anterior e 6% acima das projeções do BTG Pactual. O seu lucro líquido atingiu R$ 183 milhões, avanço de 8% em relação ao ano anterior e superando as estimativas dos analistas. 

Para o BTG, as ações da Vamos continuam atraentes, com um múltiplo P/E de 7x, e por isso, reitera sua recomendação de compra. “Esses resultados encorajam e dão perspectivas positivas para 2024, os investidores estão otimistas em relação ao futuro da Vamos, impulsionando a confiança no setor e solidificando a empresa como uma líder de mercado em seu segmento”

Atualmente com 13 casas recomendando comprar e preço alvo de R$13,40.

Tendência de melhora

Para os analistas, espera-se que esta tendência de melhora persista ao longo do ano e que se beneficie da incorporação das receitas do Grupo Petrópolis e do efeito total das fusões e aquisições recentemente concluídas. “Olhando para o futuro, esperamos que o mercado monitore: a demanda por aluguel de caminhões Euro 6; expansão da frota; concorrência; e estrutura de capital.”

A XP Investimentos também é compradora. E seus analistas destacam os pontos positivos da Vamos: 

  • A atividade comercial permaneceu sólida, com capex contratado atingindo R$ 2 bilhões (+17% A/A e +83% T/T), por incluir a frota de Petrópolis nos resultados; 
  • Desempenho positivo do rendimento com desempenho do rendimento marginal em 2,5% (estável vs. 4T23), um desempenho positivo, já que as taxas de juros foram mais baixas no período de últimos doze meses, e  rendimento periódico de 2,5% aumentou ligeiramente vs. 4T23 (que foi de 2,4%), uma melhoria sequencial; 
  • Forte desempenho de Rental (EBITDA +41% A/A e +15% T/T) à medida que a Vamos continuar reduzindo seu estoque de ativos não alugados (2 meses de estoque vs. 3,7 meses no 4T23 e 5,2 meses no 1T23); e
  • Desempenho resiliente contínuo da Seminovos (receita líquida +23% T/T), e a margem EBITDA permanece elevada em 23%.

E os negativos: 

  • Desempenho ainda fraco das concessionárias (EBITDA -79% A/A), apesar da melhoria dos resultados T/T (R$ 18 milhões no 1T24 vs. -R$ 36 milhões no 4T23) com margem EBITDA +1,6p.p. acima das estimativas; 
  • Mais um trimestre com distratos de ativos alugados (R$ 270 milhões de ativo imobilizado), pois a empresa foca na redução do risco de sua base de clientes, priorizando clientes com melhor perfil de crédito;
  • Maiores despesas financeiras (+17% A/A e +0% T/T), apesar de em linha com as expectativas; e 
  • Maior relação dívida líquida/EBITDA para 3,4x no 1T24 (vs. 3,3x no 4T23).

Genial também destaca a Vamos (VAMO3)

O desempenho no segmento de locação mais uma vez foi o principal destaque positivo da Vamos. Apesar da sazonalidade desfavorável, o yield se manteve estável em 2,5% favorecido pela entrada parcial dos contratos do Grupo Petrópolis e pela movimentação altista das taxas de juros de longo prazo no Brasil ao longo do trimestre. Este é o lado positivo da história, segundo a Genial

Do lado negativo, os analistas destacam que esse foi mais um trimestre de aceleração do volume de imobilizado locado retomado. “No 1T24 essa retomada foi de R$ 270 milhões, sequencialmente maior que no 4T23 e no 3T23, em que haviam sido retomados R$ 211 milhões e R$ 189 milhões respectivamente. A alavancagem subiu para 3,44x vs. 3,32x no 4T23. Na análise pro-forma, incorporando o EBITDA dos caminhões alocados no contrato da Petrópolis, a alavancagem seria de 3,27x”.

Embora com resultados ainda fracos em concessionárias, há sinais de recuperação de acordo com os analistas. “Olhando para frente, vemos a Companhia sendo negociada 11x P/E 2024E, muito abaixo do que consideramos justo. Caso a companhia sustente a melhora no ciclo de conversão de caixa apresentada no 1T24 (redução dos estoques, com aumento nos prazos com fornecedores), vemos um cenário de rápida desalavancagem até o final do ano. Seguimos com compra.”

Quer saber quais são as principais recomendações da nossa lista de Small Caps que seguem as perspectivas do consenso do mercado e descobrir o preço alvo de cada ação? Veja tudo por aqui.

Publicidade

CONHEÇA A COBERTURA QUE VAI

AUMENTAR SEU DINHEIRO NOS INVESTIMENTOS

Agendas, Análises, Recomendações, Carteiras e muito mais!

Este post está disponível na íntegra no Clube.Acionista

Picture of Cátia Chagas

Cátia Chagas

Editora e produtora de Conteúdo do Portal Acionista e Clube. Foco em mercado de capitais; empresas e ESG. Atua também em Jornalismo de Produto (certificada pelo Knight Center for Journalism in the Americas). Jornalista graduada PUCRS; Especialização em Comunicação Política pela UNISC; MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Sociais na Universidade Estácio de Sá; Especialização em Gestão e Governança Corporativa aplicada a práticas ESG. Com passagem pelos veículos G1RS; GZH e Grupo Sinos.
Picture of Cátia Chagas

Cátia Chagas

Editora e produtora de Conteúdo do Portal Acionista e Clube. Foco em mercado de capitais; empresas e ESG. Atua também em Jornalismo de Produto (certificada pelo Knight Center for Journalism in the Americas). Jornalista graduada PUCRS; Especialização em Comunicação Política pela UNISC; MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Sociais na Universidade Estácio de Sá; Especialização em Gestão e Governança Corporativa aplicada a práticas ESG. Com passagem pelos veículos G1RS; GZH e Grupo Sinos.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria, quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. O conteúdo da publicação pode conter elementos de texto gerados por inteligencia artificial. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Mais destaques

Onde investir? Perspectivas e novidades para o segundo semestre

A segunda metade do ano inicia com a polarização das eleições municipais já ganhando espaço entre os políticos e a mídia, mas a campanha começa só em agosto. Na metade deste mês há expectativa de votação da Reforma Tributária que trará um novo capítulo para o Brasil, ainda não entendido

Ranking Bull Market: O Top10 das ações mais valorizadas

O Bull Market é um ranking gratuito para identificar as Top 10 empresas mais valorizadas desde suas mínimas. Dessa forma, consideramos o valor mínimo atingido no intervalo de 1 ano (52 semanas) em relação ao preço atual. Em suma, Bull Market é um termo utilizado por investidores de Bolsa de Valores.

Libere todas as recomendações para investir

Mais lidas

Agendas
Análises
Carteiras
Recomendações
Recomendações (IA)
Análises Técnicas
Análises Fundamentalistas
Filtro de Oportunidades

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.