STONE compra Linx por R$ 6,7 bilhões

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

A credenciadora de cartões Stone recebeu a aprovação dos acionistas da companhia de software Linx.

A oferta feita pela empresa atingiu o patamar de quase R$ 6,8 bilhões, vencendo assim a disputa que se estendeu por quatro meses com a Totvs.

Faltando poucos minutos para a Assembleia geral extraordinária, a Stone acenou com um pagamento adicional de R$ 268,6 milhões em dinheiro; elevando o valor total para R$ 33,56 por ação mais 0,0126774 ação classe A da Stone para cada papel da empresa.

Na assembleia de acionistas, foram computados 55,95% votos a favor da proposta da Stone, 20,01% contra e 3,79% abstenções.

Impacto: Positivo. O negócio, que foi finalmente concluído, dará à Stone uma base de 45,6% do varejo atendido atualmente pela Linx, que informa ter 50 mil clientes no Brasil e no exterior. A credenciadora de cartões possui hoje participação muito pequena no segmento.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Conheça o Painel Acionista: em um só lugar tudo o que você precisa saber sobre investimentos