Publicidade
Publicidade

STF suspende julgamento sobre marco do saneamento; Fachin retomará voto amanhã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
O Supremo Tribunal Federal (STF) retomará na quinta-feira, 2, o julgamento sobre o novo marco legal do saneamento, após suspender a análise das ações nesta quarta, durante voto do ministro Edson Fachin. Até o momento, três integrantes da Corte votaram pela manutenção integral da lei, mas Fachin já mostrou que irá divergir em alguns pontos. O julgamento será reiniciado com a conclusão do voto de Fachin.

Até o momento, o ministro apontou ser contrário ao principal pilar da lei do saneamento, que foi impor a obrigatoriedade de licitação para contratação dos serviços no setor.

Publicidade

As oportunidades para lucrar com proventos todos os meses

Antes do novo marco, os municípios podiam fechar contratos diretamente com as empresas estaduais de saneamento. Com isso, as estatais passaram a dominar o mercado nas últimas décadas. O formato, no entanto, foi considerado fracassado ao deixar relevante parte da população desatendida.

Publicidade

Combine análises, day trade, swing trade e muito mais

Para Fachin, no entanto, essa imposição viola a autonomia municipal. “Ao permitir aos municípios apenas opções de prestação direta do serviço ou concessão mediante licitação, com exclusão do modelo de delegação, via gestão associada a entidade da administração indireta de outro ente federativo, esse arranjo em meu modo de ver contraria a autonomia municipal”, disse Fachin. “Em meu modo de ver, violando a autonomia municipal, estamos curando a doença (déficit no atendimento do saneamento) matando o doente”, afirmou o ministro.

Os ministros Alexandre de Moraes e Luiz Fux, que já se manifestaram para manter a lei, reafirmaram durante o voto de Fachin que o modelo baseado em contratos sem licitação foi problemático e gerou o quadro atual de cobertura deficitária dos serviços de água e esgoto. “Os contratos de programa (fechados sem licitação) destroem o marco legal do saneamento. O objetivo foi criar um novo modelo e evitar aquilo que não deu certo”, afirmou Fux.

Estadão Conteúdo

Estadão Conteúdo

"O Estado de S. Paulo" é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez "A Província de S. Paulo" - seu nome original.

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Acionista consome. Acionista investe.

Você como Acionista, consome da
empresa que investe?

Receba notícias pelo Telegram

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Parabéns!
Cupom de Desconto Descoberto!

Cupom: BEMVINDO10

Participe do Telegram Acionista!

Receba informações do mercado financeiro gratuitamente.

Não vá embora ainda!

Conheça nosso Clube exclusivo e gratuito

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.