Mulheres em Ação

Seja bem-vindo ao Mulheres em Ação!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Este novo espaço do Acionista.com.br foi pensado para unir pessoas e grupos, compartilhar iniciativas e ideias lideradas por mulheres, a fim de contribuir para uma sociedade mais inclusiva, justa e igualitária, e com o desenvolvimento financeiro, profissional e pessoal de todos os leitores.

Pesquisa realizada pelo Sebrae mostra que empreendedoras têm sido mais penalizadas frente ao cenário de crise decorrente da Covid-19, quando 77% dos negócios liderados por mulheres tiveram redução de faturamento (frente a 73% no caso de homens).  

Esse dado se torna ainda mais grave diante da constatação de que a maioria dos países falhou (e ainda falha) no apoio às mulheres durante a pandemia. O levantamento é do Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e da ONU Mulheres, sobre o qual você pode ler mais na publicação da organização parceira do Mulheres em Ação, o Movimento Mulher360.

E quando se trata de mulheres negras o quadro é muito pior. Historicamente a taxa oficial de desocupação feminina (medida pelo IBGE) é superior, e piora no caso de negras e pardas.

A fim de abrir os olhos para isso, mas também compartilhar iniciativas que estão fazendo a diferença para mudar o cenário, fizemos uma conexão com o Pretalab – um levantamento que mostra ser urgente o debate sobre representatividade no universo da inovação, e está inserido em um coletivo, o Olabi, organização social que trabalha para democratizar a produção de tecnologia. Através do https://www.pretalab.com/perfis , disponibiliza um banco de talentos de mulheres negras cuja atuação profissional tem força para mudar a história do negro e da negra no Brasil.

É abraçando todas as camadas, setores, identidades da nossa sociedade, que pretendemos estimular a diversidade e contribuir para a virada de chave que tanto necessitamos como sociedade. E entendemos que o acesso a uma educação financeira de base e com qualidade pode ser mais um componente nessa equação.

Por enquanto, as mulheres representam um quarto do número total de investidores pessoas físicas na bolsa de valores. Esse percentual não andou muito – aumentou e diminuiu ao longo dos últimos 13 anos – mesmo diante da explosão de CPFs na B3 nos últimos dois anos. Em outubro atingiu a marca de 3.147.040, 809.533 mulheres, ou 25,47%.  

E mesmo diante desses números que sugerem um não protagonismo também no mercado de ações, trazemos aqui diversas iniciativas que demonstram o contrário – assim como em outros mercados e segmentos. Além de fazerem por si só, muitas mulheres se unem para fazerem juntas – mostrarem e estimularem outras mulheres – como é o caso das parceiras IBRI Mulheres (associadas do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores), da WCFO Brazil (que uniu profissionais de finanças), e o Minas de Propósito, que surgiu para contar histórias inspiradoras.  

Agora é a nossa vez de fazer mais. E contamos com você para isso!

Fique conosco. Todos os dias traremos um artigo, uma notícia, uma dica, algo novo para você se inspirar nesta caminhada.

Grazieli Binkowski

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Newsletter Mulheres em Ação

Cadastre-se e receba semanalmente as novidades da página e dicas de conteúdos exclusivos.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Destaque da Bolsa

Mulheres em Ação

Se inscreva para ser notificado quando um novo post for publicado.

Além de diversos conteúdos do mercado financeiro em um lugar para você ler, comparar e decidir.