Segundo a Abear a demanda por voos domésticos caiu 90,97% em maio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Segundo a Associação Brasileiras das Empresas Aéreas = ABEAR, os números do mês passado estão entre os piores registrados desde 2000, só atrás dos dados de abril, no auge da pandemia.

Mercado doméstico:

O transporte aéreo de passageiros no mercado doméstico brasileiro em maio recuou 90,97% em relação ao mesmo mês do ano passado.

A oferta de assentos no período apresentou queda de 89,58%.

Mercado Internacional:

Queda de 96,85% no transporte em maio na comparação com o mesmo período de 2019.

A oferta de assentos apresentou queda de 95,68% na mesma base de comparação.


A taxa de ocupação dos voos ficou em 62,58%, o que representou uma redução de 23,37 pontos percentuais.

O transporte aéreo de cargas nos mercados doméstico e internacional teve queda de 52,41% em maio, em comparação com o mesmo mês do ano passado.

De janeiro a maio, o transporte aéreo de passageiros acumula queda de 38,79%, com redução de 37,11% na oferta de assentos. A taxa média de ocupação dos voos ficou em 80,09%, com queda de 2,19 pontos percentuais. Ao todo, as companhias aéreas transportaram 22,8 milhões de pessoas nos cinco primeiros meses do ano, queda de 40,76%.

Nesse período, o transporte aéreo de passageiros ao exterior encolheu 47,97% em relação aos cinco primeiros meses de 2019. A oferta de assentos diminuiu 45% na mesma comparação. A taxa média de ocupação dos voos foi de 78,62% no acumulado do ano, recuo de 4,48 pontos percentuais. Ao todo, foram transportadas 2,06 milhões de pessoas, retração de 47,90%.

Os dados divulgados para a Azul e Gol mostram quedas expressivas de 85,9% e 92,7% no transporte de passageiros em maio. A Latam por sua vez, apresentou queda de 93,59% no transporte de passageiros no Brasil.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.