Publicidade
Publicidade
Publicidade

Samarco não pode errar em retomada, afirma BHP

Data da publicação

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Data da publicação

A mineradora australiana BHP Billiton não vai desistir fácil da sua fatia da Samarco, responsável pela tragédia ocorrida em Mariana (MG), em 2015, que matou 19 pessoas. A empresa está disposta a negociar com os credores da companhia para se chegar a um meio-termo. Porém, Simon Duncombe, vice-presidente da BHP Billiton para joint ventures, não concorda com o plano oferecido pelos credores na madrugada da última quarta-feira e diz que espera a Justiça estabelecer prazos para que as partes voltem à mesa de negociações. “Não podemos nos dar ao luxo de errar.”

Mais do que isso, o executivo aponta que as promessas de retomada das operações da Samarco em níveis pré-tragédia até 2026 é irreal – a mineradora prometeu esses números apenas em 2029. Segundo Duncombe, a Samarco não tem como acelerar seus planos de produção por questões técnicas.

Publicidade

Segundo os credores, seria possível acelerar os planos ao se adotar o empilhamento a seco de rejeitos, abandonando as barragens. O executivo acredita nessa solução e diz que a Samarco está realizando estudos para o novo formato, mas com um tempo maior para concretização. “Essa tecnologia está sendo estudada e certificada e vem sendo monitorado pelas autoridades. Temos essas restrições, por isso não entendo como tudo poderia ser acelerado.”

Nesta semana, os sindicatos dos trabalhadores também apresentaram uma nova proposta de plano de recuperação judicial, que muda a forma de pagamento aos credores, mas mantém o plano de retomada, alternativa melhor recebida pelo executivo. “Estamos dispostos a aceitar qualquer plano que proteja a retomada segura e sustentável”, diz. O foco de Duncombe – que afirma estar comprometido com o diálogo com os credores – é resolver essas questões judiciais nos próximos seis meses. “Estamos dispostos a fazer isso e trabalhar com boa-fé.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Autor

“O Estado de S. Paulo” é o mais antigo dos jornais da cidade de São Paulo ainda em circulação . Em 4 de janeiro de 1875, ainda durante o Império, circulava pela primeira vez “A Província de S. Paulo” – seu nome original.

Receba informações do mercado financeiro no seu celular gratuitamente

Compartilhe esse post nas suas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Telegram Acionista

Os principais destaques do mercado! A melhor cobertura.

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.