Saída de dólar supera entrada em US$ 2,885 bi em junho, diz BC

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Depois de registrar entradas líquidas de US$ 3,080 bilhões em maio, o País fechou junho com fluxo cambial negativo de US$ 2,885 bilhões, informou nesta quarta-feira, 8, o Banco Central.

No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 4,742 bilhões em junho, resultado de aportes no valor de US$ 42,274 bilhões e de retiradas no total de US$ 47,016 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 1,857 bilhão, com importações de US$ 14,105 bilhões e exportações de US$ 15,962 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,452 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 5,620 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 8,890 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial da semana passada (de 29 de junho a 3 de julho) ficou negativo em US$ 357 milhões.

O canal financeiro registrou na semana passada saída líquida de US$ 1,277 bilhão. Isso foi resultado de aportes no valor de US$ 7,175 bilhões e de envios no total de US$ 8,453 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 920 milhões no período, com importações de US$ 2,834 bilhões e exportações de US$ 3,755 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 351 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,069 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 2,334 bilhões em outras entradas.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.