Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

Há muitas formas de fazer seu capital render dinheiro sem se preocupar com declaração

 

No momento de começar um investimento, muitas pessoas levam em consideração a necessidade de declarar Imposto de Renda (IR). Essa é uma forma de tentar ampliar os lucros e ficar livre das tributações. Saiba que há muitas opções de investimento nesse perfil, e elas serão apresentadas neste artigo. 

O primeiro tipo de investimento que as pessoas pensam quando se fala em isenção no IR é a poupança, uma das maneiras mais tradicionais de guardar dinheiro no Brasil. Porém, essa é uma forma apenas de guardar dinheiro, e não de ganhar. Para quem está visando lucros, essa não é a melhor opção. 

Visando um acúmulo de dinheiro e maior poder de compra sem ter que declarar no IR, foi selecionada as formas de investimento que oferecem esse privilégio. Veja como cada uma delas funciona e qual combina com o seu perfil de investimento. 

  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário) / LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

Essa primeira forma de investimento funciona como um empréstimo que você faz ao banco. No caso da LCI, o investidor empresta dinheiro ao banco para eles repassam a negócios do setor imobiliário. Já na situação da LCA, o dinheiro é repassado ao negócios ligados ao agronegócio. Esse tipo de investimento visa fomentar o crédito para esses setores. 

O dinheiro emprestado ao banco é devolvido depois corrigido por uma taxa de juros, que podem ser prefixadas ou pós-fixadas. No caso de pré, o investidor, antes mesmo de colocar o dinheiro, sabe quanto irá receber no final. No caso do pós, a taxa é vinculada ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário). 

Tanto o LCI, quanto o LCA são considerados investimentos de renda fixa, e não há a necessidade de declarar no IR. 

  • CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) / CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio)

Os nomes até lembram do tópico passado, mas possuem enormes diferenças. Elas também são investimento de renda fixa, porém, ao invés de ser emitidas pelos bancos, são emitidas por empresas securitizadas. 

O dinheiro também tem destino empresas ligadas ao meio imobiliário e agronegócio. Mas ao invés de serem usadas para empresas e fomentar os setores, elas têm como objetivo transformar dívidas em títulos lastreados.  Quando uma empresa está com dívidas e não paga, as securitizadas transformam essas contas em CRIs ou CRAs e acabam vendendo. É dessa maneira que vem o lucro. 

Por mais que o lucro possa ser grande, CRIs e CRAs são considerados investimento de alto risco, pois não possuem garantia do Fundo de Garantia de Créditos. Se a empresa não pagar as dívidas e acabar falindo, será um grande problema para você e seu dinheiro. 

  • Fundo Imobiliário 

Uma forma de investimento voltada a venda e aluguel de imóveis. Para se livrar da declaração do IR, o investidor precisa colocar seu dinheiro em um fundo que é negociado em uma bolsa de valores e possuir, no mínimo, cinquenta investidores. Não é muito complicado encontrar fundos com essas características. 

  • Rendimento de Dividendos 

Todo mundo que possui pelo menos uma ação de uma empresa, pode ganhar dinheiro de duas maneiras: a primeira é revendendo a ação por um valor maior do que comprou. A segunda é receber dividendos da empresa. As empresas que operam na Bolsa de Valores brasileira deve repassar, ao menos, 25% do lucro em forma de dividendos. 

E adivinha? Não há a necessidade de declarar esses valores. Empresas consolidadas no mercado oferecem bons valores de dividendos. É possível ter bons lucros apenas sendo acionista. 

  • Debêntures de infraestrutura 

Uma forma de investimento ligada a compra de títulos de créditos emitidos por empresas estilo Sociedade Anônima. O capital investido tem como objetivo incentivar projetos de infraestrutura no país. Por esse motivo, o governo optou por isentá-lo do IR.    

É uma das formas de investimento de renda fixa que melhor pagam atualmente. As taxas são melhores se for comparar com o Tesouro Direto, um dos mais populares investimento do país. As debêntures são tributadas pela Receita Federal. 

Essas são algumas maneiras de investir o seu dinheiro sem precisar declarar no Imposto de Renda. Algumas delas chamou a sua atenção? Se o seu perfil encaixa com alguma delas, passe a fazer seu planejamento para colocar o capital de melhor forma possível. 
Quer saber conhecer outras formas de investimento, mas que será preciso ter bastante cuidado com o IR? Saiba como fazer o resgate da previdência privada sem ter que pagar muito imposto.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Publicidade

Leia também

Destaques da bolsa ativos durante o pregão - das 10h as 17h - Fonte: Google Finance - delay aprox. de 20 min.

*Dados inativos fora do horário do pregão.

Nossa missão é ajudar você a investir melhor com uma variedade de conteúdos, de diversas fontes. Acreditamos que quanto mais você se informa, melhor você decide!