SID NACIONAL (CSNA3) – Registro de oferta pública da CSN Mineração

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Receba notícias por Whatsapp

Receba notícias pelo Telegram

A empresa informou que foi apresentado o pedido de registo da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias de emissão da CSN Mineração. Ainda não foram definidos os montantes a serem emitidos ou vendidos pela CSN (parte secundária da oferta). A determinação dos preços das ações na oferta será feita pelo procedimento de bookbuilding.

Vemos como positiva esta operação, que trará a mercado uma empresa bastante lucrativa; sendo que a parte secundária da oferta vai permitir uma forte redução no endividamento da CSN. Acreditamos ainda que este IPO vai destravar um valor importante para os acionistas da CSN.

Contando com os recursos da venda de parte da sua posição na CSN Mineração, a controladora revisou para baixo as projeções para seu endividamento. Anteriormente, a CSN esperava fechar 2020 com uma relação dívida líquida/EBITDA de 3,7x, expectativa que foi diminuída para 2,5x.

No 3T20, a área de mineração da CSN (que será separada da empresa e fará sua oferta pública inicial), foi beneficiada por preços elevados em dólares e a desvalorização do real. O volume vendido no 3T20 atingiu 9,2 milhões de toneladas, ficando 0,5% abaixo do 3T19, mas 18,4% maior que no trimestre anterior. Com isso, a receita do segmento foi de R$ 3,9 bilhões, 65,3% acima do 3T19. O custo caixa FOB da produção de minério ficou em US$ 15,4 por tonelada, 9,4% menor que no trimestre anterior. Os melhores preços e a redução de custos na mineração conduziram a aumento de 99,3% no EBITDA deste segmento, que atingiu R$ 2,7 bilhões no 3T20.

Em 2020, as ações da CSN subiram 39,5%, enquanto o Ibovespa teve uma desvalorização de 14,7%. A cotação de CSNA3 no último pregão (R$ 19,66) estava 2,8% abaixo da máxima alcançada em 2020 e 259,2% acima da mínima.

GUIDE INVESTIMENTOS: SID NACIONAL (CSNA3) protocola registro da oferta de seu braço de Mineração

O mercado está com expectativas bastante positivas para o setor, e especialmente para a CSN, dada a redução na oferta nacional de aço; reajustes nos preços, aumento na demanda por minério de ferro na China e possível IPO de seu braço de mineração, que acaba de ter seu pedido de registro protocolado.

A companhia também solicitou adesão de sua subsidiária, CSN Mineração, ao segmento nível 2 de governança da B3. O prospecto preliminar já está disponível na CVM.

Impacto: Positivo. Além de todos os outros fatores que podem impulsionar o desempenho do papel nos próximos meses; o IPO da CSN Mineração deve garantir um grande levantamento de recursos que poderão ser destinados a projetos futuros da companhia.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também

Leia também