TransUnion anuncia lucro líquido de US$ 102 mi no trimestre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

‘Apesar dos constantes desafios impostos pela pandemia, a TransUnion reportou outro trimestre de crescimento da receita e mais investimentos significativos para impulsionar nossa expansão de longo prazo’, afirma Chris Cartwright, presidente e CEO da TransUnion. ‘Ao longo do ano, colaboradores da TransUnion em todo o mundo permaneceram concentrados em atender nossos clientes, consumidores e comunidades enquanto lidávamos com a pandemia, fortalecendo assim relacionamentos e nossa capacidade de gerar crescimento da receita com margens atrativas mesmo diante do desaquecimento da economia’.

‘Durante 2020, aceleramos nossos investimentos em Soluções Globais, Operações Globais e em nossa transformação tecnológica, o Projeto Rise. Estamos começando a ver importantes benefícios, entre eles novas parcerias e soluções estratégicas, maior eficiência e experiências melhores para nossos clientes. Estamos confiantes de que essas ações colocam a TransUnion em uma ótima posição para apresentar excelentes desempenhos financeiros e comerciais também no futuro”, conclui o executivo.

Resultados do quarto trimestre de 2020

Receita

A receita total do trimestre foi de US$ 699 milhões, aumento de 2% (2% em moeda constante e 1% em moeda constante orgânica) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

Lucro

O lucro líquido atribuível à TransUnion foi de US$ 102 milhões no trimestre, versus US$ 83 milhões reportados no quarto trimestre de 2019. O lucro diluído por ação foi de US$ 0,53 em comparação com o valor de US$ 0,43 no mesmo período de 2019.

O lucro líquido ajustado foi de US$ 153 milhões, comparado com US$ 144 milhões no quarto trimestre de 2019. O lucro ajustado diluído por ação foi de US$ 0,80 versus US$ 0,75 no mesmo período de 2019.

O EBITDA ajustado foi de US$ 269 milhões, queda de 2% (2% em moeda constante; 1% em moeda constante orgânica) em comparação com o quarto trimestre de 2019. A margem EBITDA ajustada foi de 38,5% em comparação com o patamar de 40,2% no mesmo período de 2019.

Internacional

A receita internacional foi de US$ 160 milhões, uma queda de 4% (2% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2020.

A receita da América Latina foi de US$ 23 milhões, queda de 12% (1% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

A receita do Canadá foi de US$ 29 milhões, aumento de 4% (2% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

A receita do Reino Unido foi de US$ 51 milhões, aumento de 1% (queda de 1% em moeda constante). Excluindo o impacto da receita proveniente do desinvestimento de ativos mantidos para venda, a receita teria aumentado 5% (2% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

A receita da África foi de US$ 13 milhões, queda de 19% (13% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

A receita da Índia foi de US$ 28 milhões, queda de 2% (aumento de 2% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

A receita da Ásia-Pacífico foi de US$ 16 milhões, queda de 6% (8% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

O EBITDA ajustado foi de US$ 65 milhões, queda de 6% (4% em moeda constante) em comparação com o quarto trimestre de 2019.

Resultados de 2020

A receita total no ano foi de US$ 2,717 bilhões, aumento de 2% em comparação com 2019 (3% em moeda constante; 3% em moeda constante orgânica). A receita ajustada também foi de US$ 2,717 bilhões, aumento de 2% (3% em moeda constante, 2% em moeda constante orgânica).

O lucro líquido atribuível à TransUnion foi de US$ 343 milhões no ano em comparação com US$ 347 milhões em 2019. O lucro diluído por ação foi de US$ 1,79, em comparação com US$ 1,81 em 2019. O lucro líquido ajustado foi de US$ 577 milhões em comparação com US$ 536 milhões em 2019. O lucro diluído ajustado por ação foi de US$ 3,00 no ano em comparação com US$ 2,79 em 2019.

O EBITDA ajustado para o ano foi de US$ 1,045 bilhão, queda de 1% em comparação com 2019 (1% em moeda constante; estável em moeda constante orgânica). A margem EBITDA ajustada para o ano foi de 38,5% em comparação com 39,8% em 2019.

Liquidez e recursos de capital

O total em caixa e equivalentes de caixa foi de US$ 493 milhões em 31 de dezembro de 2020 e US$ 274 milhões em 31 de dezembro de 2019. Além disso, tínhamos US$ 300 milhões em capacidade não utilizada em nossa Linha de Crédito Rotativo Garantido Sênior. Para os 12 meses encerrados em 31 de dezembro de 2020, o caixa proveniente de operações contínuas somava US$ 787 milhões em comparação com US$ 784 milhões em 2019. Esse crescimento é devido, principalmente, à redução das despesas de juros e à queda do capital de giro, parcialmente contrabalanceadas pelo menor desempenho operacional resultante da COVID-19. O caixa utilizado em atividades de investimento totalizou US$ 267 milhões em comparação com o valor de US$ 204 milhões em 2019. Esse aumento deve-se, principalmente, a proventos da alienação de operações descontinuadas em 2019 que não se repetiram em 2020, ao aumento no caixa usado em aquisições e à elevação das despesas de capital, parcialmente contrabalanceados pelo aumento nos recursos provenientes da venda de investimentos em 2020. As despesas de capital somaram US$ 214 milhões em comparação com US$ 198 milhões em 2019. O caixa utilizado em atividades de financiamento foi de US$ 297 milhões em comparação com US$ 487 milhões em 2019. A queda do caixa usado em atividades de financiamento ocorreu, principalmente, devido à redução nos pagamentos antecipados de dívidas no valor de US$ 150 milhões em 2020 em comparação com o patamar de US$ 340 milhões em 2019.

Perspectivas para o primeiro trimestre e todo o ano de 2021

Nossa orientação é baseada em uma série de premissas que está sujeita a mudanças, muitas das quais estão fora do controle da TransUnion. A extensão dos impactos da COVID-19 em nossos negócios e resultados operacionais continua sendo inerentemente incerta e dependerá de vários fatores em evolução que podemos não ser capazes de prever com precisão. Não há garantia de que a TransUnion alcançará os resultados expressos nessa orientação.

Receba conteúdos diariamente por e-mail

Enfoque

Enfoque

Empresa autorizada a distribuir informações financeiras das principais bolsas de valores do mundo. Reconhecida por sua tradição e excelência em captar cotações de ativos não negociados em bolsas, através de seu núcleo de Captação e Monitoração de Mercado. Disponibiliza, também, de forma ágil e rápida, notícias e análises relevantes para o mercado financeiro, produzidas pela Enfoque e seus parceiros.

Você pode se interessar por

Publicidade

Receba notícias pelo Telegram

Leia também

Tire dúvidas sobre investimentos

Últimas atualizações sobre

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.