Radar empresas: JSL, Ultrapar, Ânima, Petrobras e mais

Planner

Confira as notícias mais relevantes a respeito das principais empresas do mercado. No radar empresas de hoje temos JSL, Ultrapar, Ânima, Petrobras, JBS, Marfrig e Brazil Foods.

Conselho da JSL (JSLG3) aprova reorganização da companhia

O conselho de administração da JSL aprovou a reorganização da companhia. Desse modo, a exemplo do que ocorreu com a Movida e a Vamos, a JSL será segregada em uma sociedade dedicada, que concentrará as operações logísticas do grupo.

Portanto, a proposta final será submetida à aprovação da assembleia geral de acionistas. Dessa forma, após a cisão parcial da JSL, toda sua base acionária migrará para a Simpar, que, concluído o processo de duas etapas, será a controladora do grupo.

Ultrapar (UGPA3) cancelou as projeções financeiras para 2020

Para garantir a sua posição de caixa, a companhia, revisou o seu plano de investimento para 2020, mostrando reduções de aproximadamente 30%.

Além disso, revisou suas projeções para 2020, tais projeções tinham como uma de suas principais premissas o crescimento de 2% do PIB brasileiro em 2020, o que já não mais representa o consenso atual de mercado.

Ânima (ANIM3) garantirá três meses de mensalidade aos alunos

A companhia anunciou que garantirá até três meses de mensalidade aos alunos em caso de perda de emprego ou doença, decorrente o seu acordo firmando com a Icatu Seguros. Além disso, a companhia ainda confirmou que vem desenvolvendo financiamentos acadêmicos em parceria com a PraValer, caso o aluno necessite, garantindo até 75% de financiamento, tudo dependendo de serem atendidas as regras de cobertura e condições do seguro e do financiamento.

Petrobras (PETR4) fecha acordo em litígio envolvendo Sete Brasil; reverterá provisão de R$634 mi

A Petrobras celebrou um acordo para pôr fim a um litígio arbitral proposto por um investidor da Sete Brasil Participações, disse a petroleira em fato relevante divulgado nesta quarta-feira. Em função do acordo, a estatal afirmou que vai reverter no balanço do primeiro trimestre de 2020 a provisão de 634 milhões de reais referente aos litígios envolvendo a Sete Brasil, que está em recuperação judicial. Os termos do acordo e o processo arbitral não foram divulgados, porque são protegidos por confidencialidade, informou a estatal.

Frigoríficos (JBSS3, MRFG3, BRFS3): cresce importação chinesa de porcos em função da recomposição do maior rebanho de suínos do mundo

De acordo com a Reuters, seis aviões transportando mais de 4.000 porcos de alta qualidade originários da França chegaram à China até agora em 2020. É esperado que dezenas de carregamentos de avião cheguem no país neste ano, enquanto o maior produtor mundial de carne suína reconstrói seu rebanho de porcos, dizimado depois que um surto de Peste Suína Africana varreu o país a partir de 2018, matando dezenas de milhões de porcos e reduzindo seu rebanho em até 60%;

Sob pressão para cumprir as metas do governo para produção de carne suína, algumas províncias começaram a oferecer subsídios à importação para os agricultores no valor aproximado de 2.000 yuans por porco no mês passado. Portanto, os produtores enfrentam uma severa escassez de porcas e estariam até mesmo retendo fêmeas normalmente destinadas ao abate para uso em fazendas de reprodução. Essas porcas, entretanto, devem produzir ninhadas muito menores do que aquelas criadas especificamente para reprodução. Dessa forma, ao importar porcos reprodutores, a China se beneficia de características como aumento da produtividade e melhor qualidade da carne, uma vez que as empresas globais de genética realizam selecionamento visando tais melhorias durante a criação. Por exemplo, uma porca reprodutora de alta qualidade pode ter uma ninhada de até 16 leitões;

Enfim, as autoridades alfandegárias chinesas disseram que devem permitir que mais países enviem porcos vivos para o país. Além disso, também estão trabalhando para retomar as exportações dos Estados Unidos, que foram impossibilitados de exportar para a China durante as recentes tensões comerciais. Ainda assim, procedimentos complicados de quarentena para importar porcos e obstáculos relacionados ao surto de coronavírus devem limitar o número geral de importações em um primeiro momento.

Fontes: Necton, XP e Terra Investimentos

Confira também os destaques de ontem

A principal referência do mercado financeiro

Aqui no Acionista você tem a oportunidade de ler, comparar e decidir.

Trabalhamos em prol do investidor, aproximando em apenas um local diversas opiniões, sugestões e expectativas para o mercado.

CONHEÇA AS NOSSAS ASSINATURAS

Tempo é dinheiro. Poupamos seu tempo para que você foque no dinheiro.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Leia também