Radar Empresas: Itaú, resultados de Lojas Americanas e mais

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tweet
Compartilhar no linkedin
Publique
Compartilhar no whatsapp
Encaminhe
Compartilhar no email
Envie

Newsletter

Tire dúvidas sobre investimentos

Receba notícias pelo Telegram

Confira as notícias mais relevantes a respeito das principais empresas da bolsa de valores. No Radar Empresas de hoje temos Itaú Unibanco e resultados de Lojas Americanas, Suzano, B2W e Fleury.

Itaú Unibanco (ITUB4) escolheu o novo presidente

O conselho de administração do Itaú Unibanco (ITUB4) escolheu o executivo Milton Maluhy Filho como o novo presidente da instituição financeira. Portanto, ele assume o cargo no próximo dia 2 de fevereiro de 2021, após um período em que trabalhará em conjunto com o atual presidente, Candido Bracher, que deixa o cargo porque vai completar a idade máxima para permanência no posto, de 62 anos, em dezembro. Assim, o banco anunciou a decisão na noite desta quinta-feira, 29.

Maluhy Filho, de 44 anos, está no banco desde janeiro de 2002. Além disso, ele exerceu, nesses 18 anos, diversas posições dentro do Itaú, incluindo diretor executivo da Rede (empresa de máquinas de pagamento) e da área de cartões de crédito. Por fim, em 2011, aos 35 anos, o executivo se tornou sócio do banco.

Lojas Americanas (LAME4) registra lucro líquido de R$ 49,9 mi, alta de 3,4%

A Lojas Americanas divulgou os resultados referentes ao exercício no terceiro trimestre de 2020. Portanto, a empresa registrou um lucro líquido de R$ 49,9 milhões, ante R$ 48,2 milhões do mesmo período do ano passado, registrando uma alta de 3,4%.

Além disso, a receita líquida da Lojas Americanas foi de R$ 5,13 bilhões no período, enquanto o terceiro trimestre de 2019 registrou R$ 4,2 4 bilhões, alta de 21%. Enfim, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado chegou a R$ 754,8 milhões, ante R$ 757,0 milhões do mesmo período de 2019, desta forma, a empresa registrou queda de 0,3%

Suzano (SUZB3) encerra 3º trimestre com prejuízo de R$ 1,1 bilhão

A Suzano registrou prejuízo líquido de R$ 1,1 bilhão no terceiro trimestre do ano. Desse modo, a companhia conseguiu reduzir o montante negativo de R$ 3,4 bilhões do mesmo período de 2019, de acordo com o relatório publicado nesta quinta-feira (29).

Ademais, a receita líquida apresentou crescimento de 13% no comparativo anual, passando de R$ 6,6 bilhões para R$ 7,4 bilhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 3,7 bilhões, representando um avanço de 58% em relação ao valor mostrado um ano antes.

Por fim, segundo a Suzano, o crescimento do indicador corresponde a uma combinação entre bom desempenho operacional e forte desvalorização do real ante o dólar.

Prejuízo da B2W (BTOW3) diminui 57% no 3º trimestre, para R$ 43,8 milhões

A B2W, companhia de comércio eletrônico que reúne sites como Americanas.com, Submarino e Shoptime, encerrou o terceiro trimestre com prejuízo de R$ 43,8 milhões, o que representa uma queda de 57,3% frente ao registrado no mesmo período do ano passado. O número refere-se ao resultado atribuído aos acionistas controladores.

Portanto, em termos ajustados, o prejuízo foi de R$ 36,8 milhões, ante R$ 102,5 milhões de um ano antes. Além disso, o resultado exclui o efeito não recorrente de despesas referentes a ação de inconstitucionalidade do ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins no valor de R$ 7 milhões.

⚠️Safra de balanços 3T20⚠️

A temporada dos Resultados Trimestrais já está a todo vapor, acesse a agenda de resultados do 3T20 do Portal Acionista. Além disso, conheça a importância de conhecer o desempenho das empresas. Acesse agora.

A receita da companhia cresceu 58,5%, para R$ 2,66 bilhões, conforme as informações trimestrais (ITR) divulgadas hoje. As vendas totais (GMV) — que, além do estoque da varejista, incluem produtos comercializados por terceiros em seu site — subiram 56,2%, para R$ 7,26 bilhões. Enfim, especificamente no chamado “marketplace”, o crescimento das vendas foi de 54,7%, para R$ 4,39 bilhões.

Fleury (FLRY3) apresenta resultados do trimestre

A rede de laboratórios de diagnóstico Fleury apresentou lucro líquido de R$ 132,1 milhões no 3T20, marca 45% maior do que o apresentado um ano antes.

Além disso, o Ebitda no trimestre foi de R$ 323,8 milhões, 35,7% superior na comparação com 2019. A margem Ebitda ficou em 37%, 544 pontos-base acima do ano anterior.

Enfim, a empresa destaca que poucas vezes viu um período de tanto crescimento quanto o terceiro trimestre deste ano, chamando a atenção para o aumento de 15,4% na receita bruta, a R$ 943,8 milhões.

Fonte: Necton, Terra Investimentos

A principal referência do mercado financeiro

Aqui no Acionista você tem a oportunidade de ler, comparar e decidir.

Trabalhamos em prol do investidor, aproximando em apenas um local diversas opiniões, sugestões e expectativas para o mercado.

Tempo é dinheiro. Poupamos seu tempo para que você foque no dinheiro.

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão.
Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso.
Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia também