Radar das Empresas: Bradesco e Ecorodovias

Genial recomenda comprar de Bradesco e Planner reforça o movimento positivo da Ecorodovias diante dos movimentos dos juros e pelo Acordo de Leniência.

Bradesco investe R$ 74 milhões em startups e fintechs

Leandro Miranda, chefe do braço de private equity do Bradesco, afirmou em uma entrevista que o banco investiu R$ 74 milhões em startups e fintechs. A quantidade representa apenas 18,5% dos R$ 400 milhões captados pela Inovabra Ventures, private equity do banco que começou a operar em maio de 2017 e é focado em áreas como big data, inteligência artificial, blockchain, plataformas digitais e marketplace. Segundo os analistas da Brasil Plural, o anúncio está em linha com a fala do CEO do banco, Octavio de Lazari Junior, que disse em entrevista que o banco já investiu em 14 fintechs, comprando participações de 10% a 20% em cada uma delas. Nossos analistas acreditam que a notícia é positiva por mostrar que o Bradesco está se esforçando para acompanhar os players digitais e ser um banco de ambiente inovador, que já possui um banco digital com 1,5 milhão de clientes e a inteligência artificial BIA, da IBM. A recomendação dos nossos analistas para o papel do Bradesco é de compra.

Fonte: Brasil Plural/Genial Investimentos

Ecorodovias – Homologação do Acordo de Leniência

Pouco antes do início do último pregão, a empresa comunicou a homologação do seu Acordo de Leniência pela 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal.

Este Acordo, entre a Ecorodovias com duas de suas controladas (Ecovia e Ecocataratas) e o Ministério Público Federal (MPF) – Procuradoria da República no Paraná, foi assinado em agosto de 2019. Pelo Acordo, a Ecorodovias vai pagar o valor de R$ 30 milhões a título de multa e a Ecovia custeará R$ 20 milhões de obras mais R$ 100 milhões de redução tarifária. A Ecocataratas arcará com R$ 130 milhões de obras e R$ 120 milhões de redução tarifária.

Os valores envolvidos no Acordo totalizam R$ 400 milhões, valor equivalente a 5,5% do Valor de Mercado da Ecorodovias ou a 12,2% do caixa apresentado ao final do 2T19.

Reafirmamos nossa opinião dada à época da assinatura do Acordo, de que este tem um lado negativo, por envolver saídas de caixa, porém, resolve uma questão já sabida pelo mercado, reduzindo os riscos da empresa.

A queda da taxa de juros e a redução de riscos com a assinatura deste Acordo de Leniência têm sido positiva para as ações da Ecorodovias. Este ano, ECOR3 já subiu 38,4%, bem superior à alta do Ibovespa no período (17,1%).

Fonte: Relatório Planner