Publicidade
Publicidade

Quando e como fazer para comprar bem nestes novos tempos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Há alguns dias atrás pedi às pessoas que me seguem nas redes sociais que enviassem sugestões de temas para que eu fizesse artigos ou vídeos. O assunto sobre o qual irei escrever agora foi uma sugestão do Vinícius Barbosa. Vamos falar sobre quando e como comprar bem.

Em tempos de mudança como os atuais fica aquela dúvida se devemos comprar algo ou se é melhor guardar o dinheiro no momento. E mais…se decidirmos comprar como encontrar boas opções de promoção para fazer melhor uso do dinheiro.

Publicidade

Os ativos mais recomendados e vantajosos no mercado imobiliário

Quando comprar?

Em primeiro lugar para tomarmos a decisão se devemos comprar algo ou não neste momento, vale a regra que serve para qualquer tempo, pois é o que realmente nos sinaliza se é uma necessidade ou não, gastarmos nosso dinheiro naquilo que estamos pensando.

Publicidade




A regra é simples e consiste em fazermos 3 perguntas:

Publicidade

Atraia bons investimentos para índices futuros, opções e ações

Eu preciso?

A primeira é:  Eu preciso (ou necessito) disto no momento?

Essa questão vai nos movimentar para realmente avaliarmos se há necessidade de gastarmos com o que estamos querendo ou se é somente fruto de um desejo, uma vontade que não necessariamente é uma necessidade atual. 

Por exemplo, se eu quero um celular novo e penso nesta pergunta posso ter a resposta: “Não, apesar do meu desejo, meu celular ainda atende a minha necessidade” ou então “Sim, meu celular já está prejudicando minhas atividades porque está muito lento ou a bateria termina muito rápido. Vemos aqui duas situações diferentes que levam a uma decisão mais assertiva.

Eu posso?

A segunda pergunta é: Eu posso gastar com isso, agora? 

Se eu não tenho dinheiro disponível no momento para efetuar essa compra, certamente não devo criar uma dívida ou parcelamento longo, ainda mais com as incertezas atuais, que poderão complicar as minhas despesas para os meses que vem pela frente. E se eu preciso e tenho condições de comprar eu penso na terceira pergunta:

Eu devo?

Eu devo comprar isso agora?

Essa pergunta nos faz racionalizar a decisão se é realmente o momento da compra ou não. Vários motivos podem fazer com que não devamos comprar no momento e esperar por um tempo mais oportuno. 

Talvez você tenha visto uma promoção daquilo que deseja há um tempo atrás e agora o produto está mais caro, então possivelmente você deva esperar que o produto volte a ter um valor mais baixo para então comprar. Existem sites como o Zoom que te sinalizam quando um produto baixa de valor e você pode programá-lo para receber um e-mail te avisando que o preço chegou no valor que você deseja. 

Ou talvez você não deva comprar agora porque pode precisar do dinheiro para outra coisa que possa ser mais prioritária para você. Pode ser que trocar seu fogão, que está com defeito seja melhor do que gastar com uma televisão maior, uma vez que a que você tem é suficiente para o tempo que você assiste televisão durante seu lazer.

Se você respondeu “Sim” para as três perguntas significa que realmente é uma compra necessária e aí é preciso buscar a melhor alternativa.

Neste caso o importante, em primeiro lugar, é definir o que é suficiente, que tem um benefício versus custo apropriado. E não ficar refém do seu desejo de ter o modelo mais top, que você não precisa e certamente vai gastar mais. Se eu preciso de um carro para levar meu filho na escola, um compacto me atende, não preciso comprar um carro de luxo para tal.

Procure boas oportunidades na hora de comprar

A partir dai é importante pesquisar e procurar boas oportunidades ou uma boa promoção.

E a internet é a ferramenta ideal para isso. Podemos comparar preços, características, formas de pagamento e até mesmo vantagens como cashback ou cupons de desconto. 

Cuidado somente com as promoções irreais e aquelas atreladas com outros produtos, a famosa venda casada. Afinal você só precisa de um item e não de dois ou três produtos diferentes. 

Uma boa saída é verificar sites de promoção e cupons como os de compra coletiva, como Groupon, Peixe Urbano, etc, se o produto costuma estar disponível neste locais. Ou então, no Promobit que costuma apresentar promoções que são enviadas pelos usuários do sistema e que são verificadas quanto a veracidade. 

Cuidado e cautela com as “promoções”

Aproveitar descontos devido a datas especiais, como Dia das mães, namorados, pais ou Black Friday, pode ser uma boa opção. Entretanto, você precisa estar atento(a) as regras e aos valores, porque já se sabe de muitas “promoções” que quando avaliamos o preço do produto a empresa aumentou o mesmo antecipadamente para depois dar um desconto onde o produto acaba saindo igual àquele praticado antes da oferta e sem vantagem nenhuma. 

Em resumo, neste momento é importante praticarmos a compra consciente e dentro daquilo que realmente se faz necessário para nós e uma vez chegada a esta conclusão, fazer uma boa pesquisa de preço e procurar os melhores descontos tomando cuidado com os golpes que prometem preços impossíveis de serem reais, as promoções enganosas e as ofertas com algo “grátis”. Veja neste meu outro artigo os cuidados que devemos ter com isso. 

Saber como e quando realizar compras é uma das atividades que mais irão influenciar em seu planejamento financeiro.

Uma compra consciente ajuda a atingir os objetivos definidos de forma estratégica, melhora a qualidade de vida e ajuda na sua felicidade no dia a dia.

Já compras impulsivas drenam seus recursos, engessam o orçamento e podem levar a dívida e inadimplência, o que prejudica sua qualidade de vida, planejamento e a felicidade de modo geral.

Luis Botelho

Luis Botelho

Formado e Mestrado em Engenharia, Assessor de Investimentos credenciado na CVM, Mentor e Educador Financeiro, certificado em Inteligência Financeira, Certificação CPA-20 (ANBIMA) e é membro da ABEFIN. Com 15 anos dedicados a programas de educação é também Palestrante, onde atou no SBT, Honda, FMU, Grupo Petrópolis, Comgás e Lello. Redes sociais: Instagram: @inspiratori73 Facebook: inspiratorief Website: www.inspiratori.com.br E-mail: [email protected]

Você pode se interessar por

Publicidade

Leia também

Acionista consome. Acionista investe.

Consumir da empresa que você é
Acionista auxilia nos seus rendimentos?

Receba notícias pelo Telegram

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Advertência

Declaramos que o Portal Acionista.com.br não se responsabiliza pelas informações divulgadas neste site e qualquer outro canal, tanto referente às matérias de produção própria , quanto matérias ou análises produzidas por terceiros ou reproduzidas de links autorizados, publicados nas nossas páginas a partir de uma seleção criteriosa, porém sem garantir sua integralidade e exatidão. Matérias e  análises produzidas por terceiros são de inteira responsabilidade dos mesmos. As informações, opiniões, sugestões, estimativas ou projeções referem-se a data presente e estão sujeitas à mudanças conforme as condições do mercado, sem prévio aviso. Informamos, ainda, que o Acionista.com.br não faz qualquer recomendação de investimento e que, portanto, não se responsabiliza por perdas, danos, custos e lucros cessantes decorrentes de operações financeiras de qualquer tipo, enfatizando que as decisões sobre investimentos são pessoais.
Importante lembrar sempre: ganhos passados, não são garantia de ganhos futuros.

Publicidade

Parabéns!
Cupom de Desconto Descoberto!

Cupom: BEMVINDO10

Participe do Telegram Acionista!

Receba informações do mercado financeiro gratuitamente.

Não vá embora ainda!

Conheça nosso Clube exclusivo e gratuito

Esse site usa cookies para personalizar o conteúdo, propagandas e acompanhar o tráfego de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.